Sérgio Moro determina prisão de Lula

Sérgio Moro determina prisão de Lula

Sérgio Moro determina prisão de Lula

Os apoiantes começaram a convergir de imediato para o prédio em defesa do ex-presidente, tendo lá permanecido durante a noite.

O Podemos, principal partido da esquerda espanhola, acaba de divulgar, em seu site, um duro manifesto contra a prisão de Lula, que qualifica de um passo da "escalada antidemocrática no Brasil". O periódico traçou a cronologia de "ascensão e queda" do ex-presidente brasileiro, recapitulando a história dele como sindicalista, presidente e, mais tarde, como investigado e condenado por corrupção na Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Uns aguardam que seja preso, conforme o exige a justiça. Com isso, perde-se a última esperança de Lula conseguir escapar à ordem do juiz.

Os advogados do ex-presidente recorreram para o Supremo Tribunal Federal para tentar suspender a ordem de prisão e estão também a tentar negociar que Lula fique em São Paulo e não em Curitiba, noticia o Estadão. Mas, pelo menos até à citada hora, apesar dos discursos inflamados de aliados no camião de som, não havia registo de incidentes, até porque não havia até então qualquer manifestação contrária por perto.

Ronaldo explica golo monumental na primeira pessoa — Vídeo
Ajudei a equipe com dois gols, foi uma ótima noite - disse o atacante em entrevista à Uefa. Estou muito feliz e emocionado.

Ataque do governo sírio mata ao menos 40 pessoas
Além das vítimas mortais reportadas, a ONG estima que centenas de pessoas estarão a sofrer efeitos do alegado ataque químico . A organização "Capacetes Brancos" está a divulgar, através do Twitter, imagens de crianças que terão sido afetadas.

Ataques de Trump fazem Amazon perder bilhões em uma semana
No último fim de semana, Trump chamou o Washington Post de lobista da Amazon em um tuíte. O comentário fez as ações da empresa caírem 1,4% naquele pregão.

A defesa do ex-presidente Lula se dividiu em grupos que estão no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em Curitiba e na sede da PF em São Paulo.

Às 17 horas de sexta-feira (6), vencido o prazo dado pelo juiz federal Sergio Moro para Luiz Inácio Lula da Silva se entregar à Polícia Federal, o País continuava na espera do que poderia acontecer ao ex-presidente. De lá, seguirá de helicóptero para a carceragem da Superintendência da Polícia Federal, na capital do Paraná.

Luiz Inácio Lula da Silva, 72 anos, foi o 35.º Presidente do Brasil (2003-2011) e é o primeiro ex-chefe de Estado condenado por um crime comum. "Desse acórdão ainda seria possível, em tese, a apresentação de novos embargos de declaração para o TRF4", afirmou a defesa.

A família de Lula (mãe e sete irmãos) instalou-se no litoral paulista em 1951 e juntou-se ao pai, um agricultor que se havia mudado para Santos quatro anos antes. Como resultado da militância, chegou a estar 31 dias preso com base na Lei de Segurança Nacional. Em 2002, foi eleito 35º Presidente da República Federativa do Brasil com 53 milhões de votos e, em 2006, reeleito com 58 milhões. Como reflexo do grande apoio popular, apoiou a eleição em 2010 da sua candidata e ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff para a Presidência da República Federativa do Brasil. "A antecipação da morte da Marisa foi obra da imprensa", disse Lula.

Related news