Problemas no Corolla geram recall de 120 mil unidades

Problemas no Corolla geram recall de 120 mil unidades

Problemas no Corolla geram recall de 120 mil unidades

Um dia após ter anunciado a chegada da linha 2019 do Corolla, a Toyota comunica um recall envolvendo 53.635 exemplares da geração anterior do sedã médio por um defeito no airbag do passageiro. O primeiro problema é mais um caso dos 'airbags mortais', frabicados pela Takata. O objetivo é corrigir uma programação incorreta da unidade de controle eletrônico (ECU) da transmissão CVT.

Ao todo são 119.598 unidades afetadas pelos problemas.

Segundo a montadora, o problema do câmbio atinge 65.963 unidades do Corolla GLi 1.8 CVT fabricados entre 31/10/2013 até 11/08/2017. A falha provocou o maior recall da história da indústria e está associado a 22 mortes fora do país.

Facebook: Zuckerberg diz que levará 'anos' para resolver problemas do escândalo
O gestor dos fundos, Scott Stringer, defende que Mark Zuckerberg deve renunciar do cargo de CEO, segundo o Business Insider. As ações do Facebook já caíram 16% nas duas últimas semanas, altura em que o escândalo da Cambridge Analytica foi revelado.

Ibama paralisa operações da Anglo American após novo vazamento
O primeiro vazamento , que aconteceu no dia 12 de março na região da Zona da Mata, levou poluição ao Ribeirão Santo Antônio. O vazamento anterior, ocorrido em 12 de março , durou 25 minutos e despejou 300 toneladas de minério de ferro no solo.

Winnie Mandela morre aos 81 anos na África do Sul
Winnie e Nelson se casaram em 1958, seis anos antes de ele ser condenado à prisão perpétua pelo regime de minoria branca. Winnie ressaltava a sua importância na luta do ex-marido enquanto ele esteve preso.

Tais fatos podem levar o deflagrador a romper-se inadequadamente no caso de colisão do veículo, provocando a dispersão de fragmentos de metal da carcaça desse componente juntamente com a bolsa, causando lesões físicas graves, ou até fatais, ao passageiro e aos demais ocupantes do veículo. Existe a possibilidade de ocorrer o mau funcionamento de uma válvula e haver diferença de informação (comandada versus real), resultando no aparecimento de uma luz de advertência no painel de instrumentos e na limitação da velocidade do veículo em até 60 quilômetros por hora. Não há risco de danos materiais nem pessoais aos ocupantes do veículo ou a terceiros.

Essa etapa de manutenção começa em 16 de abril.

Related news