PF deflagra operação que combate fraudes em fundos de previdências municipais

PF deflagra operação que combate fraudes em fundos de previdências municipais

PF deflagra operação que combate fraudes em fundos de previdências municipais

São investigados desvio de dinheiro e fraude em fundos de pensão de servidores municipais em várias localidades.

Dois moradores de Jundiaí foram presos pela Polícia Federal (PF) na manhã de ontem, como parte da operação "Encilhamento" (termo que se refere a um movimento incomum de especulação em bolsas de valores), um desdobramento da operação "Papel Fantasma", deflagrada em junho de 2017.

Ao todo, policiais federais e auditores-fiscais da Receita Federal cumprem 60 mandados de busca e apreensão e 20 mandados de prisão temporária expedidos pela 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso, Santa Catarina e Goiás. Os nomes dos suspeitos não foram revelados, mas os mandados de prisão foram cumpridos nos bairros do Bom Jardim e Jardim Samambaia.

De acordo com os policiais, estão sendo apuradas supostas fraudes envolvendo a aplicação de recursos de institutos de previdência municipais em fundos de investimentos de empresas de fachada.

Trump elogia França e Grã-Bretanha pelo ataque à Síria
A missão recebeu um convite do Governo sírio , sob pressão da comunidade internacional, que nega a autoria do ataque. Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.

Guerra Infinita | Veja todas as cenas dos trailers em ordem cronológica — Vingadores
Guerra Infinita chega aos cinemas em 26 de abril de 2018 e Vingadores 4 está marcado para 2 de maio de 2019. Thanos é um vilão imparável, ele é virtualmente invencível, é altamente inteligente - um gênio, quer dizer.

Gestante pode tomar — Vacina da gripe
As letras H e N referem-se a proteínas encontradas na superfície do vírus, respectivamente, neuraminidase e hemaglutinina. Mas especialistas dizem que o mais provável é que o ciclo da gripe seja do hemisfério sul para o norte.

Esta fase tem o intuito de encerrar as investigações sobre a gestão fraudulenta do Fundo de Previdência de Oeiras do Pará, onde se descobriu a má administração de mais de R$ 14 milhões, quantia equivalente a mais da metade dos recursos do instituto de previdência do município, com o indiciamento do ex-gestor do Fundo e do ex-prefeito municipal. Conforme a PF, estima-se que as debêntures - título de dívida que gera um direito de crédito ao investidor, emitidas por empresas de fachada ultrapassam o valor de R$ 1,3 bilhão.

Esta é a segunda etapa da investigação, que já pesquisou 13 fundos de investimento.

A Operação Rizoma, que conta com a participação do Ministério Público Federal, investiga os crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e corrupção, por meio de investimentos malsucedidos que geraram prejuízos aos fundos de pensão Postalis, dos Correios, e Serpros, do Serpro. A pena varia entre 2 e 12 anos de prisão.

Em Rondonópolis, a PF vasculha o Instituto Municipal de Previdência (Impro), localizado na avenida Presidente Kennedy.

Related news