MTST e movimento Povo sem Medo ocupam triplex do Guarujá

MTST e movimento Povo sem Medo ocupam triplex do Guarujá

MTST e movimento Povo sem Medo ocupam triplex do Guarujá

Na manhã desta segunda-feira (16), um grupo ligado ao MTST invadiu o tríplex do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Guarujá, o mesmo imóvel que resultou na prisão do petista.

A ocupação do tríplex foi uma forma de manifesto do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Movimento O Povo Sem Medo e do PSOL.

Na ocasião da denúncia, os advogados de Lula afirmaram que "o MPF elegeu Lula como maestro de uma organização criminosa, mas esqueceu do principal: a apresentação de provas dos crimes imputados", argumentou a defesa. "Se não é do Lula, o Judiciário vai ter que explicar por que prendeu o Lula por conta desse triplex", disse. "Se não é, por que então ele está preso?", publicou Boulos no Twitter.

A ação foi acompanhada pela reportagem da Folha de S.Paulo. Não se sabe ainda como os manifestantes adentraram ao Edifício Solaris. Fixaram bandeiras do movimento na varanda com vista para o mar. Da sacada do prédio, gritavam: "Não tem arrego". "Quem vai pedir a reintegração de posse?", questionou.

ACABOU! Prova de Imunidade é encerrada com Ana Clara e Kaysar empatados
Quinta-feira - Prova de Imunidade: garante pelo menos o quarto lugar no jogo e carro zero para o vencedor, que ainda está rolando. Na ocasião, ela usou um dos três direitos a descanso dentro do veículo que cada participante tem.

INSS convoca 152 mil para perícia em nova etapa de pente-fino
Quem teve o nome publicado no edital deve agendar a perícia pela Central de Atendimento da Previdência Social, no telefone 135 . No Rio Grande do Sul, 5.372 pessoas foram convocadas por auxílio-doença e 8 mil por causa da aposentadoria por invalidez .

Mulher esfaqueada em shopping segue internada — RJ
Em depoimento na delegacia, parentes disseram que o casal se separou há duas semanas, conforme informou o RJTV. Câmeras de segurança do shopping mostram Andreza e o ex-companheiro conversando tranquilamente.

Representantes legais do MTST e moradores divergem sobre como os militantes entraram no condomínio. Em resposta, ouviu que só deixarão apartamento com decisão judicial.

A informação que foi divulgada é que o grupo negociou com a Polícia Militar (PM) e em seguida se retiraram do interior da residência e das proximidades do prédio. O caso triplex causou a condenação de Lula por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Durante a missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia, que antecedeu sua prisão, Lula elogiou Guilherme Boulos no palanque.

Lula da Silva foi preso, em parte, por ter aceitado um triplex no Guarajá.

Related news