Inspectores da OPAQ chegaram a Douma, alega Síria

Inspectores da OPAQ chegaram a Douma, alega Síria

Inspectores da OPAQ chegaram a Douma, alega Síria

A Rússia pode ter manipulado o local de um ataque com armas químicas na cidade síria de Duma, disse o enviado dos Estados Unidos para a Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) nesta segunda-feira, pedindo que o órgão condene o contínuo uso de armas químicas proibidas.

Sírios e russos justificaram os adiamentos com "problemas de segurança".

"Esperamos a chegada dos especialistas da OPAQ na quarta-feira", disse uma autoridade russa em entrevista coletiva na embaixada em Haia. Em contrapartida, as autoridades sírias propuseram à equipa de investigadores que chegou a Damasco no passado sábado que entrevistasse um total de 22 supostas testemunhas do alegado ataque químico por parte do regime do Presidente Bashar al-Assad. "Rússia e Síria devem cooperar".

Os trabalhos deveriam ter começado no último sábado, quando Estados Unidos, Reino Unido e França realizaram um ataque de retaliação contra alvos ligados à produção de armas químicas da Síria. A reunião envolve o seu conselho executivo, que reúne 41 membros dos 192 países que integram a organização. Lideradas por Washington, Paris e Londres, essas incursões ocorreram apesar da presença dos inspetores da Opaq na Síria.

Sony anuncia Xperia XZ2 Premium - O novo smartphone top de linha
No quesito de performance temos a presença do processador Snapdragon 845 com 6 GB de RAM e 64 GB de espaço interno. Além disso também temos a gravação de vídeos em 4K e câmera lenta a 960 fps.

São Paulo empata com Rosario Central fora de casa
Sem conquistar um título desde 2012, o São Paulo quer deixar para trás de uma vez por todas o início de temporada turbulento. A partida de volta será realizada no dia 5 de maio.

Confira a repercussão da vitória do Botafogo na estreia da Sul-Americana
Botafogo venceu o Audax Italiano , no Chile, e mostrou que a ressaca pós-título não se fez presente na estreia da Sul-Americana. Na melhor chance, aos 32 minutos, Manuel Fernández aproveitou escanteio e cabeceou perto do gol de Gatito Fernández.

Os especialistas, cuja tarefa é investigar o possível uso de armas químicas, mas não identificar os autores, ainda não visitaram Douma, onde o suposto ataque causou dezenas de mortes, de acordo com os Capacetes Brancos, grupo de defesa civil que atua em regiões da Síria controladas pela oposição a Assad.

Estas declarações do diplomata russo surgem depois de o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Riabkov, ter esta segunda-feira atribuído à ONU a responsabilidade pelo atraso no acesso a Douma dos inspetores que devem investigar o alegado ataque químico ali ocorrido a 7 de abril, que fez pelo menos 40 mortos e 500 feridos. Embora o diretor-geral tenha a prerrogativa de tomar iniciativas como essas sozinho, suas decisões foram atípicas. A informação é da TV estatal do país árabe.

"O regime sírio tem um histórico abominável de uso de armas químicas contra sua própria gente".

Related news