China denuncia EUA à OMC por tarifas sobre importações

China denuncia EUA à OMC por tarifas sobre importações

China denuncia EUA à OMC por tarifas sobre importações

As declarações de Trump foram feitas por meio de sua conta no Twitter.

O representante de comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, disse que o presidente americano, Donald Trump, tem razão ao pedir que ele considere a aplicação de uma tarifação adicional de US$ 100 bilhões sobre produtos da China.

Trump se referiu, na sua mensagem, à chamada Caravana de imigrantes da América Central, um evento simbólico celebrado anualmente coincidindo com a Semana Santa e que busca conscientizar sobre a difícil situação vivida pelos imigrantes.

O mesmo especialista ressaltou também que "para os EUA, bem como para a China, o poderio militar é uma das ferramentas do governo para defender os interesses nacionais".

"Tarifas se tornarão recíprocas e acordos serão feitos em propriedade intelectual".

Atlético Madrid-Sporting, 2-0 — Resultado Final
Sporting e Atlético de Madrid defrontam-se no Wanda Metropolitano , em Madrid, a partir das 20h05 (hora local). Vamos ter oportunidades em Lisboa, como tivemos aqui, mas não podemos falhar as quatro oportunidades.

Reignited Trilogy é anunciado oficialmente — Spyro
Spyro Reignited Trilogy também reimaginou a trilha sonora dos três primeiros jogos, originalmente feita por Stewart Copeland. Spyro Reignited Trilogy está atualmente disponível para pré-reserva, com um PVP de €39.99 em ambas as plataformas.

Lesão afasta Danilo do Mundial
Danilo foi, esta quinta-feira, operado com sucesso à rotura parcial do tendão de Aquiles na perna de esquerda, informou o FC Porto através de nota publicada no site oficial.

Os EUA compraram mais de US$ 500 bilhões em bens chineses no ano passado e agora está considerando tarifas de US$ até US$ 150 bi sobre as importações. De acordo com o presidente americano, "as práticas comerciais ilegais da China, ignoradas há anos por Washington, destruíram milhares de fábricas americanas e milhões de empregos americanos".

"Se os Estados Unidos persistirem no seu comportamento de unilateralismo e protecionismo comercial, ignorando a oposição chinesa e da comunidade internacional, a China vai continuar até o fim a qualquer preço e contra-atacará contundentemente", garantiu o Ministério do Comércio em comunicado.

Quando os EUA anunciaram a imposição de tarifas sobre produtos chineses, disseram que a União Europeia ficava fora da guerra comercial, ainda que apenas com caráter "temporário".

Nos últimos dias surgiram mensagens contraditórias por parte de alguns membros do gabinete sobre a disputa comercial. Mas também reconheceu que "existe o potencial de uma guerra comercial".

Devido ao recente elevar de tensões provado pela guerra comercial entre a China e os EUA, na quinta-feira, a China iniciou manobras navais de grande escala em resposta aos exercícios militares de três porta-aviões da Frota dos EUA, planeados para esta região.

Related news