Bayern elimina Sevilha nos quartos de final da Liga dos Campeões

Bayern elimina Sevilha nos quartos de final da Liga dos Campeões

Bayern elimina Sevilha nos quartos de final da Liga dos Campeões

Depois de vencer na Espanha por 2 a 1, o Bayern de Munique recebe o Sevilla no Allianz Arena, em Munique, nesta quarta-feira (11), em situação bem tranquila. Depois de perder a primeira partida em casa por 2 a 1, a equipe espanhola precisava de qualquer jeito marcar ao menos dois gols e, por isso, iniciou a partida adiantando sua linha de marcação para pressionar a saída de bola do time bávaro, no entanto, com um toque de bola pouco objetivo, não conseguiu oferecer perigo ofensivamente. Um minuto depois Lewandowski fez o goleiro Soria buscar bola no cantinho. Os mandantes, por sua vez, aproveitaram os espaços dados pelo adversário e criaram várias chances de gols na primeira etapa, porém, pararam na pouca eficiência das finalizações e na boa atuação do goleiro Soria.

O meia teve outra grande chance para abrir o placar no primeiro tempo.

Polícia impede ataque na Meia-Maratona de Berlim
Celulares e computadores confiscados com os suspeitos estavam ainda sendo examinados, informou Neuendorf. Os agentes fizeram buscas a vários apartamentos antes do início da corrida.

Ligado a tucanos, Paulo Preto foi preso nesta sexta-feira
Os cinco são acusados pelos crimes de formação de quadrilha, peculato e inserção de dados falsos em sistema público de informação. O ex-diretor atuou em gestões do PSDB no governo paulista, durante mandatos de José Serra, Alberto Goldman e Geraldo Alckmin.

Ferramenta secreta para apagar mensagens depois de enviadas abre nova polémica — Facebook
Confrontada com esta informação, a rede social respondeu que foi por uma questão de segurança. As respostas, paradoxalmente, continuam a existir.

Precisando marcar para se classificar, o Sevilla foi ao ataque. Ele estava pronto para fazer o gol em um cruzamento da direita feito por Thomas Müller, mas Jesús Navas interceptou no momento exato e impediu o gol. O técnico do time alemão, Jupp Heynckes, fez algumas alterações para tentar mudar a história do jogo, como as entradas de Sandro Wagner e Thiago Alcântara nas vagas de Lewandowski e Ribéry. "Temos ambições, o desejo de chegar à final, mas não tenho adversário preferido para as meias-finais, porque as coisas nunca acontecem como imaginamos", referiu o antigo treinador do Benfica, lembrando o jogo entre o Real Madrid e a Juventus, bem como o que sucedeu no AS Roma-FC Barcelona.

Related news