65% dos gaúchos ainda não declararam o imposto de renda

65% dos gaúchos ainda não declararam o imposto de renda

65% dos gaúchos ainda não declararam o imposto de renda

No Mato Grosso do Sul, o índice de declarações ainda é considerado baixo, em um total de 400 mil declarações esperadas, apenas 109.852 foram realizadas até agora, ou seja, apenas 27% dos contribuintes enviaram a declaração.

O Declare Certo! é uma campanha desenvolvida pelo SESCAP-PR desde 2004 e consiste na oferta de orientação gratuita para os contribuintes na época da Declaração Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física.

Em todas essas cidades cerca de 130 profissionais (empresários contábeis, funcionários de empresas de contabilidade e universitários) vão dedicar parte do seu dia de trabalho para atuar como voluntário no atendimento aos contribuintes. O prazo de envio dos documentos termina às 23h59min do dia 30 de abril.

Delação da Odebrecht é de 'natureza eleitoral', diz Alckmin
A PGR , entanto, não podia enviar o processo diretamente para o MPF: cabia ao STJ decidir para onde o inquérito será enviado. Alckmin , citado por delatores da Odebrecht por suposto repasse de recursos para campanha eleitoral, estaria no grupo.

Ex-presidente Lula passa a primeira noite preso
Todos colocaram na capa imagens do ex-presidente, citaram sua biografia e as repercussões políticas em torno do episódio. De acordo com o coordenador do MBL no Estado, Lucas Santos, cerca de 35 pessoas estão neste momento participando do ato.

Cármen Lúcia vai assumir a Presidência por um dia
Na ocasião, o vice-presidente também estava fora do país e os presidentes da Câmara e o Senado acompanharam FHC em sua viagem. Contudo, Maia e Eunicio se tornariam inelegíveis no pleito deste ano caso assumissem o posto de Temer.

É obrigatória a declaração para todo brasileiro que recebeu mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis no ano passado. Segundo a presidente do SESCON - AM, Cleide Barreto, profissionais de ciências contábeis estarão se revezando durante todo o final de semana, tirando dúvidas do público, sobre as mudanças anunciadas pela Receita Federal para o preenchimento do IR, quem deve declarar e o que pode ser incluído no documento. A multa para quem não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo é de pelo menos R$ 165,74, com valor máximo correspondente a 20% do imposto devido.

É necessário levar comprovantes de rendimentos recebidos, como salários, pensão alimentícia, doações, heranças, saque do FGTS e seguro desemprego; comprovante de retenção de imposto de renda na fonte; informa de rendimentos financeiros fornecido pelo banco; CPF; título de eleitor; comprovante de residência e a declaração IRPF/2016. "Nosso objetivo não é fazer a declaração, até porque isso exige um trabalho minucioso, mas é orientar os contribuintes que normalmente fazem a própria declaração em dúvidas pontuais", explica Dal Bosco, ao lembrar que a esta ação evita que o contribuinte cometa erros que possam prejudicá-lo no futuro junto ao fisco.

Related news