Fundador do WhatsApp: "Está na hora. Apaguem o Facebook"

Fundador do WhatsApp:

Fundador do WhatsApp: "Está na hora. Apaguem o Facebook"

"Chegou a hora! #DeleteOFacebook", escreveu.

Não ficou claro se os sentimentos de Acton sobre o Facebook se estendem ao seu próprio aplicativo.

Fornecimento de energia elétrica retorna em 85% de Manaus, diz Eletrobras
Em nota, o Consórcio Norte Energia, responsável por Belo Monte, informou que o apagão não foi originado pela usina. Até o momento, as causas do desligamento ainda são desconhecidas, assim como o local exato do problema.

Cármen Lúcia marca reunião para discutir prisão em 2ª instância
E é por não querer expor a corte ao calor do momento que a ministra Cármen Lúcia acabou se tornando vítima do próprio momento. Questionado se poderia ser ele a chamar tal questão de ordem , o decano respondeu: "Não sei".

Putin agradece apoiadores por vitória nas eleições deste domingo — Rússia
Um dos líderes da oposição, Alexei Navalny , declarou que boicotaria o pleito presidencial e convocou os russos a fazer o mesmo. Vladimir putin respondeu e disse que está pronto para cooperar na investigação do caso.

As ações do Facebook estão há dois dias em queda na bolsa, o que significa uma desvalorização de 60 mil milhões de dólares (cerca de 49 mil milhões de euros). Recentemente, tudo explodiu com o caso envolvendo a Cambridge Analytica - empresa que recebeu dados sigilosos de mais de 50 milhões de usuários do Facebook. Atualmente, o desenvolvedor possui uma fortuna de US$ 6,5 bilhões.

A Cambridge é uma empresa que trabalha com processamento de dados. "É altura de ouvir um alto representante do Facebook, alguém com autoridade suficiente para fornecer dados corretos sobre esta falha catastrófica", defendeu o deputado Damian Collins, presidente da Comissão de Cultura, Media e Assuntos Digitais da Câmara dos Comuns. "Estamos deveras comprometidos a reforçar as nossas políticas para proteger as informações das pessoas e tomaremos todos os passsos necessários para que isso aconteça", limitou-se a dizer uma porta-voz do Facebook. Até o momento, o WhatsApp e Facebook não deram declarações oficiais sobre a publicação no Twitter. O cofundador do WhatsApp, Brian Acton, criticou a rede social de Mark Zuckerberg na sua conta do Twitter. Zuckerberg também foi convocado perante um comitê de seleção que está investigando notícias falsas no Parlamento britânico.

Related news