As desculpas de Zuckerberg

As desculpas de Zuckerberg

As desculpas de Zuckerberg

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, reconheceu que a emprese cometeu erros.

Segundo nova pesquisa Reuters/Ipsos, 41% dos americanos confiam que o Facebook respeita as leis de privacidade.

O próprio fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, teve que admitir que a rede social "cometeu erros" e se comprometeu a tomar novas medidas para proteger as informações dos usuários. O Facebook também enfrenta críticas de que seus algoritmos podem ter priorizado notícias enganosas nos feeds das pessoas. "Se não conseguirmos, não as merecemos", continua. Aparece com um texto simples em um fundo branco; com um pequeno logotipo do Facebook.

O caso está sendo investigado pela Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC, na sigla em inglês). Estes, mais tarde; foram usados para ajudar a eleger o presidente dos EUA, Donald Trump, em 2016. Outros dois comitês também convidaram Zuckerberg para prestar esclarecimentos.

O escândalo sobre a forma como o Facebook lida com a informação dos utilizadores colocou a empresa perante uma pressão maior.

Zuckerberg disse que um aplicativo construindo por um pesquisador universitário "vazou dados de Facebook de milhões de pessoas em 2014".

Anitta sofre ataques em pleno aniversário e desabafa sobre a situação
De top e short jeans, a cantora dançou muito junto aos convidados e no palco onde os DJs e as bandas tocavam. Além de Anitta , o grupo Tchakabum também fez a alegria dos convidados ao som de axé.

Suprema Corte do Brasil adia julgamento de Lula
Caso ela vote pela concessão do habeas corpus , o placar continuaria empatado, mas nesse caso Lula seria beneficiado. E com isso, seguirá candidato, tentará os recursos possíveis e, no limite, apresentará um candidato substituto.

Começa sessão que deve julgar recurso de Lula no caso do tríplex
Também é provável que, no caso de rejeição do habeas corpus pelo STF , Moro já possa pedir a prisão a partir do dia 4. O Ministério Público Federal protocolou no último dia cinco os argumentos contra o recurso da defesa .

- Isso foi uma quebra de confiança. Ou ainda aquela foto que recebeu e apagou do celular logo em seguida, na semana passada?

Em pouco mais de uma semana, a Facebook passou de uma das empresas mais apetitosas do mercado bolsista para uma das quais os investidores querem fugir.

Na pesquisa alemã publicada pelo Bild, apenas 33% acham que a mídia social teve um efeito positivo sobre a democracia; contra 60% que acreditam no oposto.

Não é surpresa que o Facebook possua um vasto conhecimento dos interesses sobre todos os utilizadores registados na rede social. A novidade já havia sido lançada em janeiro nos Estados Unidos, mas acabou de ser expandida para todas as outras regiões e línguas do mundo.

Além disso, a rede social se compromete a entregar aos usuários, de forma mais fácil, o controle sobre os softwares que possuem acesso a seus dados, tornando mais simples a exclusão ou bloqueio.

Related news