São Paulo registra o primeiro caso autóctone de febre amarela

São Paulo registra o primeiro caso autóctone de febre amarela

São Paulo registra o primeiro caso autóctone de febre amarela

A Prefeitura de São Paulo confirmou nesta sexta-feira (9), o primeiro caso autóctone da febre amarela, o que significa que o paciente foi infectado na cidade, conforme divulgou o jornal Estado de São Paulo. Todos os casos são considerados silvestres, transmitidos por mosquitos que vivem em área de mata.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, o homem infectado frequentava semanalmente local próximo do Parque Estadual da Cantareira, na zona norte, onde se contaminou. A infecção urbana da doença não é registrada no País desde 1942.

"É importante que, no momento da entrega da senha, o munícipe informe se já tomou a vacina ou se não terá disponibilidade para ir até o posto na data informada pelo agente de saúde". Só neste ano, a capital registrou 43 casos - esse no Tremembé e os demais importados de outros Estados ou municípios - e seis mortes.

Temer deve passar o Carnaval em praia, levando pelo menos 60 pessoas
De acordo com o jornal O Globo , os mais de 60 integrantes serão levados para o Rio pela Força Aérea Brasileira (FAB) em duas viagens.

Custo da cesta básica sobe 8,85% na capital potiguar
Em janeiro, o custo do conjunto de alimentos essenciais aumentou nas 20 capitais em que o Dieese realiza mensalmente a pesquisa. As altas mais expressivas ocorreram em João Pessoa (11,91%), Brasília (9,67%), Natal (8,85%), Vitória (8,45%) e Recife (7,32%).

Índice que reajusta salário tem menor variação para janeiro em 24 anos
Como resultado, a taxa acumulada em 12 meses voltou a recuar após quatro meses seguidos de aceleração, chegando a 2,86%. O que mais pesou foram os custos do transporte (1,10%), afetados sobretudo pela gasolina mais cara (2,58%).

Parques. Nesta sexta, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente determinou o fechamento de quatro parques na zona sul da cidade depois que um macaco foi encontrado morto em uma casa do bairro Campo Belo.

O litoral paulista também registrou, pela primeira vez, um caso autóctone da doença. Em todo o Estado, desde janeiro de 2017, foram confirmados 186 casos da doença e 65 óbitos.

Todas as unidades básicas de saúde (UBSs) continuarão com a vacinação em dias alternados, mas devem ampliar o atendimento da população por meio de agendamento. Durante o carnaval, haverá plantão em postos - a maior parte deles nas zonas leste e sul - para atender moradores que receberam senhas de vacinação. Um mês depois todos os 90 postos da região receberam a vacina após casos de doença entre animais no Horto Florestal. No Parque Linear Invernada, sem grades, há indicação para não frequentar.

Related news