Pai de três vítimas tenta agredir Larry Nassar durante o julgamento

Pai de três vítimas tenta agredir Larry Nassar durante o julgamento

Pai de três vítimas tenta agredir Larry Nassar durante o julgamento

O julgamento de Larry Nassar, ex-médico da equipe de ginástica dos Estados Unidos, julgado por abusos sexuais de jovens atletas, foi interrompido nesta sexta-feira em Charlotte (Michigan), quando o pai de três das vítimas tentou agredir o réu.

A cena caótica teve início depois de as irmãs Lauren e Madison Margraves terem acabado de ler as suas declarações de vítima no segundo dia de audiências num tribunal do Michigan. A juíza falou que tem consciência que é difícil não tomar uma atitude violenta, mas pediu para que as pessoas se controlassem.

"Peço-lhe como parte desta sentença que me conceda cinco minutos numa sala trancada com este demónio", pediu.

A nova negativa da juíza fez Margraves perder a cabeça e partir para cima de Nassar, com muitos gritos e xingamentos. A juíza voltou a negar-lhe o pedido, ao mesmo tempo que o ambiente na sala dava sinais de aquecer. Então o pai correu até pedófilo para atacá-lo, mas foi detido pelas autoridades antes que ele pudesse alcançar Nassar.

Esta é a segunda acusação de abusos sexuais que Larry Nassar enfrenta.

Lucas Moura assina pelo Tottenham até 2023
Nos últimos dias, o brasileiro não fazia questão de esconder o incômodo por ser pouquíssimo utilizado pelo técnico Unai Emery . Inicialmente, o PSG pedia 40 milhões de euros para liberar o ex-São Paulo, que disputou apenas seis partidas nesta temporada.

Susana Werner desmente ida de Julio Cesar a festa com mulheres
Conforme antecipamos aqui no TV Foco, a ex-atriz e ex-modelo Susana Werner está desolada. Júlio Cesar , por sua vez, parece não ter ligado muito para o desabafo da esposa.

No STF, Cristiane Brasil contesta suspensão de posse
O parecer segue a linha do que já havia escrito a Advocacia-Geral da União (AGU) nos autos da reclamação que tramita no Supremo. Ela também fez acordo com outro profissional, pagando R$ 14 mil para evitar nova condenação.

A audiência de hoje é uma mais da série de processos contra Nassar, que está preso desde o final de 2016 após ser acusado de conduta sexual criminosa de primeiro grau com uma pessoa menor de 13 anos e posse de pornografia infantil. O acordo com a procuradoria implica duas sentenças, consoante a localização dos vários casos em que está implicado.

A juíza Rosemaria Aquilina classificou as ações de Nassar como "precisas, calculadas, manipuladoras, desviantes e desprezíveis", antes de declarar ter assinado "a sentença de morte" do antigo médico, que servirá um mínimo de 25 a 40 anos de prisão antes de ser elegível para sair em liberdade condicional. Não merece caminhar fora de uma prisão.

Este é o terceiro dia do julgamento, que teve inicio na última quarta-feira.

O abusos cometidos por Larry Nassar começaram a aparecer quando três ex-ginastas resolvem denunciar o ex-médico em um programa de TV.

Related news