Juiz do TRF-1 autoriza ex-presidente Lula a reaver passaporte

Juiz do TRF-1 autoriza ex-presidente Lula a reaver passaporte

Juiz do TRF-1 autoriza ex-presidente Lula a reaver passaporte

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou, mais uma vez, um pedido da defesa do ex-presidente Lula para que o juiz Sérgio Moro fosse considerado suspeito.

Isto causou revolta em uma parte população, pois assim o ex-presidente ganha privilégios que outros políticos não têm quando estão sendo investigados pelo tribunal.

Na semana passada, o juiz federal Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, determinou, em liminar, a apreensão do passaporte de Lula. O processo de Lula sobre o apartamento triplex no Guarujá, que gerou sua condenação em segunda instância a 12 anos e 1 mês de prisão, é de responsabilidade da 13ª Vara Federal de Curitiba e do TRF-4.

A medida decretada por Leite impediu a viagem de Lula à Etiópia, onde ele participaria de um evento sobre combate à fome. A decisão foi informada ao Sistema de Procurados e Impedidos da Polícia Federal e o ex-presidente estava proibido de deixar o Brasil. O pedido havia sido feito pelo Ministério Público Federal (MPF) na operação Zelotes, que investiga suposto tráfico de influência na aquisição, pela Força Aérea Brasileira (FAB), de caças suecos durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

Jorge Jesus: "Sporting teve uma oportunidade de mercado fantástica"
Segundo o jornal O JOGO, o argentino vai ser emprestado pelo Sporting à Roma até final da época a troco ... 500 euros, em o italiano que a cláusula compra obrigatória valor 5,2 milhões euros. "Para além resultados desportivos, fomentado financeiros, caso ir mais lateral, tínhamos ir buscar", Jorge Jesus.

Casos de febre amarela são investigados no Amazonas
A criança, de 3 anos de idade, faleceu em Osasco, quase uma semana após ser vacinada contra a febre amarela . A febre amarela é uma doença com mortalidade elevada, transmitida por mosquitos, e não por macacos.

Homem ferido com arma branca numa escola da Nazaré
A PSP da Nazaré apreendeu a arma de fogo e deteve o suspeito, estando o caso entregue à Polícia Judiciária de Leiria. Os alunos entraram em pânico e começaram a telefonar aos pais, que recolheram os filhos no estabelecimento escolar.

"O paciente não pode ter sua liberdade de locomoção cerceada em razão de afirmações que, a par de não estarem amparadas em base empírica, não são atribuídas a ele. Em lugar algum! A verdade é que não há nenhuma evidência, ainda que mínima, de que o paciente pretenda solicitar asilo político em qualquer lugar que seja ou mesmo se subtrair da autoridade da decisão do Poder Judiciário Nacional", argumentou o advogado.

O juiz disse que não houve a demonstração de que o petista tenha colocado obstáculos à realização de atos processuais.

"Ao contrário, percebe-se na conduta do paciente o cuidado de demonstrar, sobretudo ao Poder Judiciário, que sua saída do país estava justificada por compromisso profissional previamente agendado, seria de curta duração, com retorno predeterminado, e que não causaria nenhum transtorno às ações penais às quais responde perante nossa Justiça, uma vez que nenhum ato processual que demandasse a sua presença estava previsto para ocorrer no período de sua ausência", afirmou.

Related news