Brasil condena empenho autoritário da Venezuela em eliminar oposição

Brasil condena empenho autoritário da Venezuela em eliminar oposição

Brasil condena empenho autoritário da Venezuela em eliminar oposição

O governo brasileiro repudiou nesta terça-feira (6) decisões da Venezuela desfavoráveis a partidos e candidatos oposicionistas naquele país.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta quinta-feira (8) que o seu governo está aberto para receber "todos os observadores internacionais" que queiram acompanhar as eleições presidenciais que serão realizadas no dia 22 de abril, e que dará a eles "todas as garantias necessárias". Em nota, o Ministério das Relações Exteriores considera que há um "sistemático e inaceitável empenho do regime autoritário venezuelano em eliminar da atividade política partidos, frentes e personalidades da oposição". Também pediam a habilitação política do ex-candidato à presidência Henrique Capriles e do dirigente Leopoldo López, ora em prisão domiciliar. Pela oposição participaram o Chile e o México.

Maduro faz campanha em Caracas- MARCO BELLO  REUTERS
Maduro faz campanha em Caracas- MARCO BELLO REUTERS

"O governo brasileiro reitera sua convicção de que a reconciliação do povo venezuelano haverá de resultar de diálogo de boa fé com ampla participação das forças da oposição e da sociedade civil, em busca de uma saída pacífica para a crise que tanto aflige esse povo irmão".

Ontem, o Conselho Nacional Eleitoral (CNE), anunciou a data das eleições presidenciais, cumprindo o decreto da Assembleia Nacional Constituinte, que ordenou a realização do pleito antes de maio. "Aceito a candidatura presidencial pela classe trabalhadora", afirmou o presidente venezuelano em um ato com trabalhadores transmitido pelo canal de televisão estatal.

Corintianos lamentam queda no segundo tempo em Santo André
No entanto, em um segundo tempo irreconhecível, o Timão levou a virada com gols de Tinga (ex-Palmeiras) e Lincom (ex-Corinthians). Com o resultado, o Corinthians vê o fim de uma sequência de quatro vitórias seguidas no Paulistão.

ProTEJO alerta para a incompetência da Inspeção-Geral do Ambiente
Dos dados já conhecidos, só os resultados da ETAR de Abrantes é que revelam incumprimentos em relação aos níveis de carência bioquímica e química de oxigénio e de sólidos suspensos totais.

Presidente do Congresso vê reforma da Previdência como instrumento para eliminar "privilégios"
O governo federal cometeu uma gafe na reta final de sua campanha pela aprovação da reforma da Previdência nas redes sociais. Oliveira também defendeu que a reforma da Previdência elimine privilégios sem afetar os mais pobres.

Related news