Avião cai com 71 pessoas a bordo na Rússia — Tragédia

Avião cai com 71 pessoas a bordo na Rússia — Tragédia

Avião cai com 71 pessoas a bordo na Rússia — Tragédia

Ele caiu no distrito de Ramensky, a 70km de Moscou.

"A bordo da nave encontravam-se 65 passageiros e seis tripulantes".

A aeronave seria um modelo Antonov An-148 com sete anos de uso.

"Destroços foram encontrados, não há sobreviventes", disse uma fonte à Tass.

As agências russas adiantam que testemunhas viram o aparelho em chamas cair na aldeia de Argunovo.

Primeiro-ministro diz que Portugal merece título de campeão europeu
No tweet, publicado minutos depois do final do jogo contra a Espanha, António Costa acrescentou ainda: "Merecem este título".

Brasil condena empenho autoritário da Venezuela em eliminar oposição
Também pediam a habilitação política do ex-candidato à presidência Henrique Capriles e do dirigente Leopoldo López, ora em prisão domiciliar.

Corintianos lamentam queda no segundo tempo em Santo André
No entanto, em um segundo tempo irreconhecível, o Timão levou a virada com gols de Tinga (ex-Palmeiras) e Lincom (ex-Corinthians). Com o resultado, o Corinthians vê o fim de uma sequência de quatro vitórias seguidas no Paulistão.

O Ministério dos Transportes da Rússia considera várias possibilidades como causa da queda, incluindo condições climáticas por conta de um inverno rigoroso e erro do piloto, diz a agência russa Interfax.

O primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, ofereceu condolências às famílias das vítimas e ordenou a criação de uma comissão para prestar assistência aos afetados pelo acidente.

Um avião birreator que levava 71 pessoas a bordo caiu neste domingo nos arredores de Moscou. Com a queda de neve na cidade, os veículos tinham dificuldade de chegar ao lugar da tragédia, obrigando os socorristas a finalizar o trajeto a pé. "Há muitos corpos e pedaços de corpos", declarou uma fonte à Interfax. De acordo com a imprensa russa, não há sobreviventes. O contato por rádio foi perdido minutos após a decolagem e o avião desapareceu do radar, informou a Agência Russa de Transportes Aéreos.

Um centro de crise foi aberto no aeroporto de Domodedovo, o segundo maior da capital russa em número de passageiros.

A Saratov Airlines tem sede em Saratov, a 840 quilómetros a sudeste de Moscovo. Voa principalmente entre cidades russas, mas também tem destinos na Arménia e na Geórgia.

Related news