Varejo de SC cresceu 15,7% em novembro, maior alta do país

Varejo de SC cresceu 15,7% em novembro, maior alta do país

Varejo de SC cresceu 15,7% em novembro, maior alta do país

Contribuíram para o indicador vendas melhores de artigos de uso pessoal e doméstico (8%) e móveis e eletrodomésticos (6,1%).

O volume de vendas no varejo ampliado - que inclui a comercialização de veículos e motos, além de material de construção - cresceu 2,5% em novembro, na comparação a outubro, feitos os ajustes sazonais.

O IBGE informou ainda que a receita nominal do varejo restrito cresceu 1,3% na passagem de outubro para novembro, pela série com ajuste sazonal.

A Black Friday, que é a data do varejo em que os lojistas fazem promoções para atrair clientes, também teve impacto positivo sobre as vendas.

O varejo brasileiro também recuperou o fôlego e registrou a 8ª variação positiva seguida depois de 24 taxas negativas.

"O seu tempo chegou ao fim". Teremos Oprah contra Trump em 2020?
E acrescentou: "Então, eu quero que todas as garotas assistindo aqui, agora saibam que um novo dia está no horizonte". Criada em Nashville, Milwaukee e Mississippi, Oprah foi estuprada aos 14 anos por um tio, engravidou e fez um aborto.

Philippe Coutinho assina contrato até 2023 e é apresentado pelo Barcelona
Coutinho fez exames médicos pela manhã no Barcelona , onde foi apontada uma lesão evolutiva no reto anterior da coxa direita. A novela envolvendo a transferência de Philippe Coutinho do Liverpool para o Barcelona finalmente chegou ao fim no sábado.

Barcelona contrata meia Philippe Coutinho para vaga de Neymar
As tratativas foram conduzidas pelo iraniano Kia Joorabchian e pelo brasileiro Giuliano Bertolucci, empresários do meia. Coutinho agora tem multa rescisória de 400 milhões de euros (cerca de R$ 1,6 bilhão) e assinou contrato por cinco anos.

Considerando-se o peso na pesquisa, o principal destaque foi o avanço de 4,7% na vendas do varejo do Estado de São Paulo. Este último marcou o oitavo avanço consecutivo nessa comparação, período que acumulou ganho de 6,5%. "Vale lembrar também que a Black Friday não se concentra mais em apenas um dia", disse Isabella Nunes, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE, fazendo referênciaa promoção do período e acrescentando que a conjuntura econômica mais favorável como um todo também ajudou. Em 2017, o poder de consumo aumentou em relação aos três anos anteriores, houve uma queda do desemprego, aumento da renda e redução da inflação, por exemplo. No confronto com novembro de 2016, essa receita aumentou 4,6%. Segundo a CNC, foi o melhor resultado na comparação mensal desde 2003, quando o IBGE passou a divulgar os dados do varejo ampliado. No acumulado de 12 meses o país teve alta de 1,1% nas vendas e de 2,2% na receita.

No ano, de janeiro a novembro, a alta foi de 1,9% e, nos últimos 12 meses, de 1,1%.

As vendas do segmento de veículos, motos, partes e peças cresceram 1,5%, ao passo que em material de construção o avanço foi de 2,3%. É uma melhora em relação ao verificado no mês anterior, quando o varejo ampliado havia registrado queda de 1,7%.

O dado de outubro foi revisado para um recuo de 0,7%, menor do que a queda de 0,9% informada anteriormente. Apesar do recuo, duas áreas do comércio representaram elevação nas vendas, no comparativo a novembro de 2016, são os setores de móveis e eletrodomésticos, que cresceu 10,3%, e artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria, com crescimento de 6,8%.

Já na comparação com novembro de 2016, o comércio cresceu 5,9%.

Related news