Ministro da Defesa garante 2.800 militares nas ruas a partir das 16h30

Ministro da Defesa garante 2.800 militares nas ruas a partir das 16h30

Ministro da Defesa garante 2.800 militares nas ruas a partir das 16h30

O ministro afirmou que além da extensão do prazo de atuação vai propor ao governo do estado a elaboração de novos protocolos para deixar claro o papel das tropas no Rio de Janeiro.

A extensão da GLO também deve ser formalizada nos próximos dias.

As tropas federais começaram a atuar no Rio há aproximadamente seis meses.

Jungmann informou que em 48 horas o número de militares no Rio Grande do Norte chegará a 2 mil. Ele informou que decidiu ir para Natal neste sábado e que passará o Réveillon na cidade como demonstração de solidariedade aos militares que participarão da operação. "Hoje até o fim do dia, nós teremos 500 militares das Forças Armadas que estarão atuando no patrulhamento ostensivo e na garantia da comunidade da região metropolitana de Natal e Mossoró", afirmou Jungmann.

O golpe liberou e está aprofundando as tendências entreguistas e pro-imperialistas de todas as alas mais direitistas da burguesia "nacional", destacadamente, entre a cúpula das Forças Armadas; esses pseudo nacionalistas, "defensores da pátria", mostram não só que não são capazes de esboçar qualquer reação à entrega do petróleo, da Amazônia e de todas as riquezas nacionais acelerada pelo governo golpista de Temer e Cia. como são verdadeiros guardiões dos interesses imperialistas e, por isso, estão ameaçando com um novo golpe, um golpe militar, o povo brasileiro, que dá cada vez mais mostras de revolta e disposição de reagir contra o regime golpista que os militares ajudaram a impor, com ameaças contra o "caos", ou seja, esses "valentões" estão sendo "treinados" pelos gorilas golpistas norte-americanos para combater uma possível reação do povo brasileiro ao golpe e às suas "reformas". Pretendo me deslocar para Natal amanhã (30) cedo para tomar conhecimento e para participar das atividades de planejamento e coordenação.

Salário mínimo será de R$ 954 a partir de segunda-feira (1°/1)
No entanto, até novembro, o valor acumulado do ano está em 1,8%, exatamente o reajuste do mínimo previsto no decreto presidencial. Oíndice fechado será divulgado apenas em janeiro, e isso deu ao governo a liberdade de estimar qual foi a variação da inflação.

UNICEF qualifica 2017 "ano pesadelo" para as crianças em zonas de conflito
No Sudão do Sul, que vive um conflito interno, mais de 19 mil crianças foram recrutadas à força para participar de combates. Outras são prejudicadas através da desnutrição e de doenças, sem acesso a alimentação, água e saneamento básico.

Revelados os nomes dos quatro arguidos
Segundo a investigação de um canal televisivo, jogadores do Rio Ave terão sido aliciados para perder frente ao Feirense. A estação diz mesmo que estes jogadores receberam "dezenas de milhares de euros" para perderem o jogo em causa.

Desde que os policiais se aquartelaram, em 18 de dezembro, foram registrados 539 furtos e roubos no Estado.

O ministro da Defesa fez um apelo durante a coletiva de imprensa realizada na sede do Ministério, em Brasília, para que os policiais retomem suas atividades.

Ele criticou o fato de policiais militares do RN estarem aquartelados por falta de pagamento.

Em uma tentativa de encerrar a paralisação, o ministro Raul Jungmann fez um apelo para que os policiais militares voltem ao trabalho, dizendo que o governo entende as "situações difíceis", mas que "acima disso há um valor maior". "Está na hora de termos discussão e clareza em uma decisão se forças policiais podem ou não fazer greve. Há uma responsabilidade dos estados, mas lei é lei e tem de ser cumprida", disse Jungmann. Pela lei, não podem, mas na prática fazem, e colocam a comunidade em situação de vulnerabilidade e medo.

Related news