Microsoft adianta atualização de emergência para a vulnerabilidade de CPUs Intel

Microsoft adianta atualização de emergência para a vulnerabilidade de CPUs Intel

Microsoft adianta atualização de emergência para a vulnerabilidade de CPUs Intel

Recentemente foram divulgadas duas graves vulnerabilidades para processadores Intel, AMD e ARM, as quais poderiam permitir a obtenção de dados do sistema.

Empresas de tecnologia que usam chips da Intel estão correndo contra o relógio para proteger seus usuários depois da divulgação de que seus produtos estão vulneráveis a ataques e roubos de dados confidenciais.

O problema pode ainda afetar serviços de computação em nuvem vendidos por empresas como Amazon, Microsoft e Google, segundo o Register. As primeiras soluções devem chegar como parte da Patch Tuesday, da Microsoft, ou ainda antes.

Ainda assim, o problema é preocupante, apontam os especialistas em segurança. É uma questão muito complicada, por isso criamos uma espécie de FAQ com respostas para as principais dúvidas.

O que é um "side-channel analysis explit"? Os executivos do fabricante esperam que as correcções para solucionar o problema comecem a ser disponibilizadas nas próximas semanas. Isso pode dar ao criminoso acesso a dados que normalmente não conseguiria, apesar de a Intel ter afimado que os dados não serão apagados ou modificados.

Confirmadas 9 mortes após rebelião em Aparecida de Goiânia
Em nota, a SSPAP informou que a rebelião foi provocada depois que presos da ala C invadiram a ala B, onde ficam detentos rivais. Outro tumulto entre presos, na unidade prisional de Rio Verde, também durante a virada do ano, foi contida pela Polícia.

WhatsApp registró caída en plena Nochevieja y Año Nuevo 2018
Algunos usuarios reportan que el sistema se ha restablecido mientras que otros aseguran que aún existen errores en la aplicación. El portal de "La Vanguardia" explica que son dos las razones que provocaron la caída de WhatsApp: uno técnico y otro geográfico.

Usuários de vários países relatam queda do WhatsApp na tarde deste domingo
Em poucos minutos, a hashtag #WhatsApp chegou ao trending topics mundial, com mais de 300 mil tweets. Os primeiros registros de problema no aplicativo começaram a ser citados pouco antes das 17h.

De facto, a Intel e os analistas identificaram três variantes ("bounds check bypass", "branch target injection", e um "rogue data load") que utilizam métodos de ataque ligeiramente diferentes. O especialista também negou que a vulnerabilidade seja uma falha, ou que seja específica da Intel. "O processador, na verdade, está operando como o desenhamos", afirmou Smith durante uma conferência da empresa nesta quarta, 3/1.

"Contrariamente a alguns relatórios, os impactos de desempenho dependem da carga de uso e, para o usuário médio do computador, não devem ser significativos e serão atenuados ao longo do tempo", respondeu a Intel em um comunicado.

Segundo a publicação, o problema seria uma falha de design que deixaria expostas áreas supostamente protegidas da memória do kernel de um dispositivo. Segundo a Intel, as vulnerabilidades detectadas não permitem corromper, modificar ou apagar informações. Enquanto a Meltdown afeta chips da marca Intel, a falha Spectre teria um maior alcance, afetando chips de smartphones e tablets, além de computadores com processadores Intel, ARM e AMD. E se acaso você tenha construído seu próprio PC, será necessário verificar com os fornecedores das peças sobre as correções.

Dispositivos com Chrome OS receberão as mesmas medidas que o navegador Chrome. Primeiro, certificar-se de que o browser esteja atualizado para a versão 63. Segundo, habilitar um recurso opcional chamado Site Isolation, que pode fornecer proteção ao isolar os sites em espaços separados de endereço.

Related news