Marun garante votação da reforma da Previdência em fevereiro

Marun garante votação da reforma da Previdência em fevereiro

Marun garante votação da reforma da Previdência em fevereiro

Um dia depois de o ministro Henrique Meirelles, da Fazenda, dizer que a votação da reforma da Previdência pode ficar para novembro, o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) convocou a imprensa ontem para dizer que a reforma será votada "de qualquer jeito" em fevereiro.

A ideia do relator é que a proposta seja votada na Câmara com a expectativa de se conseguir entre 320 e 330 votos.

Mais tarde, o ministro Marun confirmou que tem tabelas com estimativas e que teria conseguido reverter o voto de 25 parlamentares em favor do texto. Faltando menos de duas semanas para a data marcada para início da discussão da proposta no plenário da Câmara, o governo ainda tenta convencer cerca de 55 deputados indecisos. O presidente participa do Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Pelos cálculos citados por Arhtur Maia, o Planalto teria de buscar, ao menos, 33 votos para aprovar a reforma na Câmara. Segundo ele, o Governo do Brasil contará com apoio de deputados suficientes para aprovar o texto.

"Dentro dessas regras de transição, que é uma regra que tem tempo para começar e para terminar, é melhor você fazer concessões e garantir a aprovação do regime previdenciário igual para todos, mesmo que seja daqui a 5, 10, 15 anos, do que não fazer essa mudança e as coisas ficarem como estão", afirmou Maia.

Venezuela declara embaixador espanhol como 'persona non grata'
A expulsão de um embaixador é uma situação grave, uma vez que implica a ruptura das relações entre os dois países em questão. A Venezuela disse na quinta-feira estar expulsando o embaixador espanhol de Caracas em resposta às "agressões" espanholas.

Amazon prepara entrada em Portugal com o Porto em vista
Contudo, nem a Câmara Municipal do Porto , nem o Ministério da Economia, nem a própria empresa comentaram esta informação.

Trump: Israel recompensará os EUA pelo reconhecimento de Jerusalém
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou retirar o auxílio aos palestinos se eles não buscarem a paz com Israel. Esse dinheiro só vai para eles a menos que sentem e negociem a paz (com Israel) - disse Trump.

- Vocês [aposentados] ainda podem ajudar o Brasil ajudando, agora, a aprovarmos a Reforma da Previdência, que vai garantir a perpetuidade do sistema - ressaltou.

O deputado adiantou que há reivindicações da chamada bancada da bala para mudar as regras da Previdência dos policiais. "Isso é discutível? Depende da quantidade de votos apresentados", considerou.

Segundo Arthur Maia, o governo aceita mudanças, desde que não afetem "pontos essenciais do projeto", entre os quais, a idade mínima. "Aquele que ganha mais se aposenta muito cedo, aos 50 anos, e o que ganha menos está sujeito a um sistema que lhe permite aposentar somente aos 65 anos". Uma delas é algum tipo de regra de transição, que, na minha opinião, já existe, mas eles pretendem ter uma diferente para policiais.

Depois de se reunir com o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, no Palácio do Planalto, Arthur Maia relatou que a equipe governista continuará nos próximos dias "com intensas negociações" até a retomada dos trabalhos no Congresso Nacional, em fevereiro.

Ele também criticou representantes de servidores públicos que têm se posicionado contra o projeto. "Essa tática de terra arrasada é uma estratégia errada", criticou.

Related news