Justiça espanhola decide não reativar ordem de prisão contra Puigdemont

Justiça espanhola decide não reativar ordem de prisão contra Puigdemont

Justiça espanhola decide não reativar ordem de prisão contra Puigdemont

Se o Supremo espanhol reativar a mesma ordem que chegou a pedir à Bélgica em 2017, Puigdemont deve ser detido pela polícia dinamarquesa para ser presente a um juiz e à Procuradoria Geral do Reino da Dinamarca - responsável pelo caso - que teriam de pedir a prisão preventiva.

O juiz Pablo Llarena admite numa nota hoje publicada que o pedido da procuradoria é razoável, mas acrescenta que há razões que levam a que a emissão de um mandato deste tipo deva ser adiada.

- Sou consciente da situação pessoal e judicial do senhor Puigdemont, mas também sou consciente de sua absoluta legitimidade para ser candidato - anunciou Torrent.

O presidente do Parlamento da Catalunha, Roger Torrent, anunciou que apresentará o nome de Carles Puigdemont como novo líder da região, informou o próprio Torrent nesta segunda-feira (22).

A Justiça espanhola desistiu de um primeiro mandado europeu de detenção contra Puigdemont porque aqueles delitos não têm o mesmo valor jurídico na Bélgica, que poderia extraditar o independentista em condições que poderiam implicar que não fosse julgado por esses crimes.

Morre o chef Paul Bocuse, considerado o chef do século
Ele foi um dos criadores da nouvelle cuisine , movimento que mudou a gastronomia francesa pregando leveza nos pratos que fazia. O chef sofria de mal de Parkinson havia anos e fundara um instituto com seu nome em Lyon para ensinar a profissão.

Palmeiras x Santo André ao vivo - Saiba onde será transmitido
João Lucas tinha tudo para ser o nome do jogo. "O Sérgio (Soares, treinador) pediu para ter mais força na marcação e jogar". Se Felipe Melo participou diretamente do primeiro gol , Lucas Lima foi decisivo no segundo mandando a bola para as redes.

Assista ao novo trailer de 'Tomb Raider: A Origem'
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. A personagem está seguindo os passos do Reboot da franquia, o qual começou em 2013.

Juan Ignacio Zoido, o ministro espanhol da Administração Interna, também já avisou que Carles Puigdemont "fugiu da justiça espanhola" e que, por isso, "não terá imunidade".

As autoridades judiciais dinamarquesas recusaram pronunciar-se sobre a eventual ordem de detenção europeia contra o ex-presidente da autonomia da Catalunha que chegou esta segunda-feira a Copenhaga para participar numa conferência universitária.

Torrent disse ainda ter enviado uma carta ao presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, para que se "sente a dialogar sobre a situação anómala que se vive no Parlamento [da Catalunha], onde alguns deputados sentem que os seus direitos políticos de representação foram violados". Ele é acusado por rebelião, sublevação e má gestão de recursos públicos por ter liderado o processo de declaração unilateral de independência catalã em outubro do ano passado.

Puigdemont é o principal candidato, mas quer ser investido à distância, de forma a evitar uma possível detenção assim que pisar território espanhol.

Uma declaração de independência aprofundaria a maior crise política da Espanha desde uma tentativa de golpe militar em 1981, e quase certamente desencadearia duras contramedidas por parte de Madrid, possivelmente incluindo a suspensão do governo regional. A discussão para encontrar um novo líder para o Governo da Catalunha está em curso e a decisão será tomada antes do final do mês, segundo o jornal espanhol "El País".

Related news