Brasil: OMS declara São Paulo área de risco para febre amarela

Brasil: OMS declara São Paulo área de risco para febre amarela

Brasil: OMS declara São Paulo área de risco para febre amarela

"É importante esclarecer a população que não há motivo para a busca da vacinação de forma indiscriminada em regiões que não há evidências de circulação ativa do vírus da febre amarela", informa a gerente de epidemiologia da FMS, Amparo Salmito. Além disso, o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) anunciou o aumento da meta de pessoas a serem imunizadas, de 6,3 milhões para 7 milhões.

- Pessoas com mais de 60 anos, gestantes, mulheres que estão amamentando devem se vacinar considerando o risco a que estão submetidas. A partir desta terça, a organização recomenda que viajantes internacionais com destino ao Estado de São Paulo se vacinem contra a doença.

Idosos também só devem tomar a vacina após avaliação médica.

Na zona rural, equipes da Secretaria de Saúde deverão ir até os imóveis para promover a vacinação conhecida como "porteira a porteira".

Na unidade Vaciclin, a dose da vacina pode chegar até R$ 180, no entanto, não há previsão de chegada.

Sensação da Rio 2016, Simone Biles afirma ter sido abusada sexualmente
Mas, ultimamente, tenho me sentido um pouco quebrada e, quanto mais tendo silenciar a voz em minha cabeça, mais alta ela fica. "Eu também sou uma das várias sobreviventes que foram abusadas sexualmente por Larry Nassar", ela escreve.

Palmeiras confirma a contratação do meia Gustavo Scarpa por cinco temporadas
O Palmeiras anunciou nesta segunda-feira (15) a contratação do meia Gustavo Scarpa , que estava no Fluminense . Na virada do ano passado para 2018, o clube alviverde voltou a tentar.

Alegadas agressoras do militar da GNR saíram em liberdade
Duas das mulheres ficaram detidas e vão ser esta quinta-feira presentes ao juiz do Tribunal de Castelo Branco. Não está excluída a hipótese de já ter saído do país.

Em Porto Alegre, contudo, alguns usuários reclamam de dificuldades para aplicar a vacina, causadas especialmente pelo pequeno número de postos com doses disponíveis.

Na nota a secretaria enfatiza ainda que quem já tomou a dose completa da vacina não precisa mais se vacinar por já estar imunizado.

No final da última semana a Organização Panamericana de Saúde (Opas) braço regional da Organização Mundial de Saúde alertou para o risco de surto de febre amarela no Brasil. Nesse caso, a imunização envolve a aplicação de uma parte da dose. Para estas mudanças, a OMS levou em conta o aumento do número de casos de contágio por Febre Amarela já confirmados pelas autoridades de saúde locais e o de macacos encontrados mortos, um sinal da existência do vírus na região. Como os primatas também são afetados pela doença, eles são as primeiras vítimas da enfermidade. Infelizmente, o que se vê na web também se resume a uma grande onda de comentários maldosos ou piadas com o assunto "febre amarela".

"Com os números crescendo em São Paulo, o ministério afirmou que vai continuar a estratégia de fracionamento da dose da vacina no estado, assim como no Rio e na Bahia".

O boletim epidemiológico mais recente da Secretaria Estadual da Saúde paulista mostra que dos 40 registros da doença confirmados entre janeiro de 2017 até agora, 31 aconteceram em áreas sem recomendação permanente de vacina.

Related news