Salma Hayek revela abuso sexual de Harvey Weinstein nos bastidores de 'Frida'

Salma Hayek revela abuso sexual de Harvey Weinstein nos bastidores de 'Frida'

Salma Hayek revela abuso sexual de Harvey Weinstein nos bastidores de 'Frida'

"Ele foi meu monstro também", escreveu.

A atriz Salma Hayek fez revelações chocantes em um texto escrito para o jornal The New York Times sobre os assédios e traumas que sofreu com o produtor Harvey Weinstein. "Eu não acho que ele odiava nada tanto quanto a palavra 'não'", declarou Salma.

O porta-voz de Harvey Weinstein acrescenta que o produtor "considera Salma Hayek como uma atriz de primeira classe e que a escolheu para vários dos seus filmes", além de ter sido o próprio Weinstein a fazer questão de a manter como protagonista quando a restante equipa preferia Jennifer Lopez. Não a receber uma massagem dele. Não a deixar um amigo dele nu fazer-me uma massagem. "Não" para deixar que ele fizesse sexo oral em mim. "Não, não, não, não, não.". Weinstein ameaçou tirá-la do filme caso a atriz não aceitasse fazer uma cena de sexo com outra mulher.

Em seguida, ela conta que começou a despertar a fúria de Weinstein, que prometia se vingar e atrapalhar sua vida: "Em um ataque de fúria, ele disse: 'Eu vou te matar, não pense que não posso'".

"Para ele, eu não era uma artista; nem sequer uma pessoa". Depois de lhe ser apresentada pelo realizador Robert Rodriguez, a atriz resolveu convidá-lo para trabalhar no filme: "ele disse que sim".

"Cheguei no set no dia da cena e, pela primeira e última vez na minha carreira, tive uma crise nervosa".

BE defende redução dos descontos nos recibos verdes como "opção política"
A partir de julho do próximo ano, o acesso ao subsídio de desemprego para os trabalhadores independentes será também facilitado e a protecção na doença melhorada.

Justiça aceita denúncia do MPF contra Rocha Loures por corrupção passiva
O Presidente brasileiro já negou publicamente que participou ou que tinha conhecimento de esquemas ilícitos denunciados pelos executivos da JBS.

Maracayeros participaron masivamente en cierre del registro del CDLP
En los otros cuatro municipios (Chacao, Baruta, El Hatillo y Sucre) la batalla es distinta. Con el Carnet de la Patria se registra en la puerta y luego puede votar.

O filme, que acabou por sair, ganhou dois Óscares.

Recorde-se que Weinstein era um dos maiores produtores de cinema de Hollywood antes de ser despedido pela companhia que fundou com o irmão, a Weinstein Company, na sequência de dezenas de acusações de assédio e abusos sexuais feitas por atrizes como Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Lupita Nyong'o, Rosanna Arquette, Ashley Judd, Rose McGowan, Cara Delevingne, Eva Green, entre muitas outras mulheres.

Mais de 50 mulheres afirmaram que Weinstein as assediou ou agrediu sexualmente ao longo das últimas três décadas. "E as mulheres estão falando porque, nesta nova era, finalmente podemos fazer isso", diz.

Em relação às acusações, o produtor nega-as.

Salma continuou trabalhando com Weinstein mesmo depois do assédio nos bastidores de Frida.

Related news