Governo Temer tem desaprovação de 74% da população

Governo Temer tem desaprovação de 74% da população

Governo Temer tem desaprovação de 74% da população

O estudo realizado em conjunto com a Confederação Nacional das Indústrias (CNI) aponta ainda que a rejeição ao presidente também teve uma ligeira queda, passando de 77% dos brasileiros para 74%. A aprovação positiva do governo ficou em 6%, ante 3% em setembro, enquanto aqueles que consideram o governo regular somaram 19%, contra 16%, segundo o levantamento.

Segundo a CNI, embora ainda 19% dos entrevistados tenham lembrado de pelo menos uma notícia sobre corrupção, a taxa é muito menor do que em setembro, quando estava em 44%.

Para 59% das pessoas ouvidas, o atual governo é pior que a administração da ex-presidente Dilma Rousseff. Já 90% não confiam em Temer; na última avaliação, esse percentual era de 92%. Segundo o levantamento, 9% dos entrevistados em dezembro disseram confiar no presidente, percentual que era de 6% três meses atrás.

Para Fonseca, a mudança do discurso do governo sobre os "privilégios" aos servidores públicos pode ter ajudado na melhora da imagem entre o grupo de entrevistados com mais de 55 anos e os que têm baixa escolaridade. A margem de erro estimada é de dois pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados. A popularidade é maior entre os homens e entre entrevistados com baixo grau de instrução. A Região Nordeste se mantém como a que pior avalia o governo Temer. No Sul, por exemplo, a desaprovação caiu de 89% para 84% e lá a aprovação foi de 7% para 10%.

Segundo os organizadores da pesquisa CNI/Ibope, a pesquisa ouviu 2 mil pessoas em 127 municípios entre o dias 7 e 10 de dezembro. Aqui a pergunta é bem mais direta: se o entrevistado aprova ou desaprova.

'Oito Mulheres e um Segredo' ganha teaser inédito anunciando o primeiro trailer
As socialites Kim Kardashian e Kendall Jenner farão participações especiais em uma cena do Met Gala. A sepultura revela que ele morreu em 2018 (ano em que o filme será lançado).

Camargo Correa aponta cartel em metrô de sete estados e no DF
São elas Alstom, Cetenco, Consbem, Construcap, CR Almeida, Galvão Engenharia, Heleno & Fonseca, Iesa, Mendes Junior e Siemens. De acordo com o Cade , os signatários indicaram que a conduta teve por objeto, ao menos, 21 licitações públicas no Brasil.

Mata mulher grávida depois de ler mensagens no Whatsapp
A polícia disse ter desconfiado da história contada pelo suspeito porque ele acabou caindo em contradições durante o depoimento. Autuado em flagrante por feminicídio, ele ficará custodiado na carceragem da Coorpin/Serrinha, à disposição da Justiça.

Sobre as perspectivas em relação ao "restante do governo", 7% responderam "ótimo/bom"; 20%, "regular"; 69%, "ruim/péssimo"; e 5% não souberam ou não responderam.

Os entrevistados avaliaram que o governo tem melhores atuações na educação, combate à inflação e cuidado com o meio ambiente.

Já impostos, saúde e a segurança pública são as mais mal avaliadas. Na ocasião, 39% dos entrevistados avaliavam o governo como ruim ou péssimo.

Assim como em setembro, todas as áreas do governo atual foram desaprovadas por pelo menos 75% dos entrevistados.

De acordo com Fonseca, uma melhora na quantidade de notícias positivas veiculadas na mídia, redução da discussão sobre corrupção e 1 enfrentamento do governo no debate sobre a reforma da Previdência foram os principais pontos que explicam uma melhora neste indicador. Já no Sudeste, houve queda foi menor, mas em linha com o restante do País: de 76% em setembro para 72% na nova pesquisa. Já as pessoas que consideram o governo de Temer melhor que de sua antecessora somam 10%.

Related news