Economia do Brasil cresce 0,1% no terceiro trimestre do ano

Economia do Brasil cresce 0,1% no terceiro trimestre do ano

Economia do Brasil cresce 0,1% no terceiro trimestre do ano

Resultado é 0,6 ponto percentual inferior ao do trimestre de julho.

Os dados fazem parte das contas trimestrais referentes ao terceiro trimestre do ano e foram divulgados hoje (1º), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As previsões dos economistas do mercado financeiro indicam que o PIB do país em 2017 deverá avançar 0,73%, de acordo com o boletim Focus, informação semanal realizada pelo Banco Central do Brasil. O avanço de 0,4% no PIB industrial na comparação com o terceiro trimestre de 2016 interrompeu uma sequência de 13 trimestres no vermelho. "Tudo isso contribui positivamente para o consumo das famílias e contribui para o comércio, que foi atividade com maior destaque nesse trimestre", afirma.

WhatsApp enfrenta instabilidade nesta quinta-feira
O Telegram, concorrente do aplicativo, também deu as caras na rede social e chegou ao terceiro lugar orgânico dos Trending Topics. Usuários do WhatsApp em todo o mundo estão relando instabilidade no aplicativo nesta quinta-feira (30).

Corea del Norte lanza misil en dirección al Mar de Japón
Norcorea celebró el éxito de la prueba de un misil balístico intercontinental Hwasong-15, con el que culminó su armamento nuclear. Corea del Norte insiste que sus armas convencionales y nucleares buscan disuadir todo ataque en su contra.

Falha no MacOS High Sierra compromete computadores Mac
Se esta opção estiver cinza e o usuário root estiver desativado, você não precisa fazer nada. Em "Servidor de Contas de Rede", clique em Conectar ...

Como os indicadores já disponíveis sugerem crescimento nestes últimos três meses do ano, aumentaram as chances do PIB de 2017 ficar levemente acima de 1%. Já a taxa de poupança foi de 15,2% (ante 14,9% no mesmo período de 2016). Um aumento de 5,8% –mais de 698 mil pessoas–em relação ao mesmo trimestre de 2016, quando 12 milhões de brasileiros não estavam empregados. O indicador de empregados no setor privado sem carteira de trabalho assinada, porém, registrou crescimento. O comércio também, puxado pela alta de 2,2% no consumo das famílias. Quando comparada ao mesmo trimestre de 2016, aumento foi de 4,2%.

"Seguindo esse padrão, que tem sido bastante estável ao longo do tempo, a variação definitiva de 2016 ficaria mais próxima de -3,2% (hoje está em -3,5%) e a retração acumulada per capita iria para perto de - 10%", disse Borges, por e-mail.

Além do nível de desemprego, a Pnad Contínua também avaliou o rendimento médio habitual. O resultado do valor adicionado neste tipo de comparação decorreu dos seguintes desempenhos: agropecuária (11,6%), indústria (-1,4%) e serviços (-0,8%). Em valores correntes, o PIB alcançou R$ 1,641 trilhão no período, sendo R$ 1,416 trilhões referentes ao Valor Adicionado, e R$ 225,8 bilhões aos impostos sobre produtos líquidos de subsídios.

Related news