Vice-consulesa americana leva tiro no Rio de Janeiro

Vice-consulesa americana leva tiro no Rio de Janeiro

Vice-consulesa americana leva tiro no Rio de Janeiro

Ela, que levou um tiro no pé, foi encaminhada para o Hospital Geral da Japuiba, mas não quis ficar na cidade para passar por procedimento cirúrgico. O marido dela não se feriu. Segundo informações, o crime aconteceu na BR-101 (Rodovia Rio-Santos), na altura do bairro Ariró, no km 489. A embaixada americana ainda não se pronunciou sobre o assunto.

De acordo com a polícia, o incidente foi registrado pela Polícia Rodoviária Federal como tentativa de latrocínio, e está sendo investigado pela delegacia de Angra dos Reis. As investigações sobre o caso estão sob responsabilidade da 166ª Delegacia de Polícia, em Angra dos Reis. Um dos tiros atingiu o pé da vice-cônsul.

"O casal teria parado no acostamento da estrada para mexer no celular e viu uma pessoa suspeita do outro lado da estrada". Ao arrancar com o carro, um homem atirou contra o veículo. Até o momento, não há mais informações sobre o estado de saúde da vice-cônsul.

Novo texto da reforma da Previdência prevê 40 anos de contribuição para aposentadoria integral
Aposentadoria por idade aos 55 anos (mulheres) e 60 anos (homens), com mínimo de 15 anos de contribuição. A unicidade de tratamento entre trabalhadores públicos e privados foi mantida como no texto original.

Egito: Ataque em mesquita na península do Sinai faz 270 mortos
Apesar do ataque não ter sido reivindicado, acredita-se que foi perpetrado por um grupo afiliado ao Estado Islâmico na região. Em um dos atentados mais sangrentos, pelo menos 21 soldados morreram em um posto de controle de tráfego em 7 de julho.

Blitz educativa sobre violência contra mulher acontece em Campo Grande
A campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é uma mobilização anual. Cristo Redentor no Rio de Janeiro será iluminado de laranja no próximo 25 de novembro.

Stephanie foi socorrida e encaminhada ao Hospital da Jacuíba e, por necessitar se submeter a uma operação, foi transferida ao Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro.

Ela chegou em uma viatura da Polícia Federal (PF), às 20h15; e foi hostilizada pelas pessoas que a aguardavam, em frente ao portão principal do presídio.

O delegado, Bruno Gilaberte, deve ir ainda na tarde desta sexta-feira (24) para a capital fazer a perícia no veículo e ouvir as vítimas. Segundo o delegado, os suspeitos integram uma quadrilha que estaria praticando crimes na região.

Related news