Reforma trabalhista assegura condições para crescimento econômico — Ministro

Reforma trabalhista assegura condições para crescimento econômico — Ministro

Reforma trabalhista assegura condições para crescimento econômico — Ministro

Em pronunciamento em rede nacional na noite de sexta-feira (10), véspera da vigência da Reforma Trabalhista, o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, enfatizou que a modernização das leis trabalhistas foi aprovada para gerar empregos e não para retirar direitos dos trabalhadores brasileiros. "Assim, foram mantidos todos os direitos trabalhistas", disse Nogueira ao explicar à população sobre a Reforma Trabalhista.

"Irá consolidar direitos, pois direito não se revoga, apenas se aprimora". O restante, cerca de 11,3 mil, representa os trabalhadores.

A promoção da segurança jurídica, pondera, é fundamental para o crescimento econômico duradouro. Vencemos a recessão e o emprego voltou. "E apenas o crescimento econômico pode gerar empregos, o maior de todos os direitos do trabalhador". "Tempo de mais empregos, de mais esperança e de otimismo".

Queda de avião na cidade de Goiás deixa quatro feridos
Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a queda aconteceu a cerca de 3 quilômetros do aeroporto da cidade de Goiás. Outros dois seriam estrangeiros, e foram identificados como: David J.Vandergrid, James Allen Cable, de 55 anos.

Star Wars vai ter nova trilogia [vídeo]
"Ele é uma força criativa e vê-lo criar Os Últimos Jedi do início ao fim foi uma das maiores alegrias da minha carreira". A Eletronic Arts revelou a data de lançamento do DLC gratuito de The Last Jedi em Star Wars: Battlefront 2.

William Waack é acusado de racismo e vídeo viraliza na internet, assista
Os internautas ainda compararam o vídeo de Waack com o de Bóris Casoy, quando direcionou um comentário direcionado a garis. William Waack é um dos jornalistas mais bem conceituados da Rede Globo . "Isto é coisa de preto, com certeza", disse.

Segundo ele, a nova lei trabalhista, que prevê o fim da obrigatoriedade, será respeitada.

Segundo os sindicalistas, a lei tem artigos que tiram direitos dos trabalhadores. Ele não citou a posição das centrais sindicais.

Neste final de semana, o presidente Michel Temer deve assinar medida provisória com salvaguardas para os trabalhadores. Em junho, quando a matéria era apreciada no Senado, o presidente enviou uma carta aos senadores prometendo alterar os pontos polêmicos da reforma. No governo, autoridades garantem que isso não será feito. Na alteração prevista, essa modalidade de jornada só poderá ser fixada em convenção coletiva ou acordo coletivo de trabalho. Depois do ajuste na reforma, gestantes serão afastadas de quaisquer atividades, operações ou locais insalubres durante a gestação.

Related news