Pedro Cardoso deixa Sem Censura após fala sobre grevistas e racismo

Pedro Cardoso deixa Sem Censura após fala sobre grevistas e racismo

Pedro Cardoso deixa Sem Censura após fala sobre grevistas e racismo

Nossa programação é a prova viva - e ao vivo - de que esta empresa de comunicação pública é plural, é democrática, acolhe a diversidade de opinião e respeita a lei, inclusive o direito de greve. Ela deixou Pedro falar sem interrompê-lo e, assim que o ator terminou, pontuou: "Eu respeito bastante a sua opinião, respeito a sua saída, a gente vive em uma democracia e precisa respeitar a opinião de cada um".

O ator Pedro Cardoso foi ao programa "Sem Sensura", exibido pela TV Brasil, nesta quinta-fera (23/11), para falar sobre "O livro dos títulos", de sua autoria, que acaba de ser lançado. Ele resolveu apoiar a greve de alguns trabalhadores da TV pública e protestar contra um comentário racista feito pelo presidente da empresa contra a atriz global Tays Araújo.

O ator disse que não caberia a ele julgar a paralisação em si, pois não estava a par da negociação, e nem emitir opinião sobre quem estava em greve ou trabalhando. Cabe a mim o maior respeito a todos vocês.

Los secuestrados no huyen, se liberan — Antonio Ledezma
En España , quiere que se constituyan lo que él llama "anfitriones del exilio " en casa de venezolanos que residen en ese país. Asimismo, calificó como un "atropello" lo sucedido con los funcionarios de la alcaldía y exigió su liberación.

É desnecessária fala de Segovia sobre MP, diz procurador da Lava-Jato
Em post com o título "Começou bem", Lima escreveu que não cabe ao diretor-geral emitir opinião sobre as denúncias na operação. O novo diretor disse que, se dependesse da PF, a apuração não teria terminado em prazo tão curto.

Operación militar en Siria terminará pronto, afirma Putin
El encuentro tuvo lugar en la residencia veraniega del presidente ruso en el balneario de Sochi, a orillas del Mar Negro. El mandatario sirio manifestó su deseo de que Rusia apoye el acuerdo político que se dará en el país.

Porém, quando o ator recebeu a palavra, decidiu fazer um discurso contra o presidente da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) e abandonou o programa ao vivo.

"Também soube, quando cheguei aqui, que o presidente dessa empresa, que pertence ao povo brasileiro, fez comentários extremamente inapropriados a respeito do que teria dito uma colega minha onde a presença do sangue africano está visível na pele". Na última sexta-feira, ele compartilhou memes que debochavam da declaração de Taís Araújo. "Se esta empresa, que é a casa do povo brasileiro, tem na presidência uma pessoa que fala contra isso, eu não posso falar do assunto que vim falar aqui", disse. "Tenho imenso respeito por todos vocês que estão aqui, vou me levantar, em respeito aos grevistas, e vou embora", afirmou, cumprimentando os integrantes do programa e se retirando em meio à transmissão ao vivo. Esta postura da Empresa Brasil de Comunicação é o resultado da diretriz jornalística e profissional implementada pela atual direção.

Related news