Nova deserção de soldado norte-coreano na Zona Desmilitarizada

Nova deserção de soldado norte-coreano na Zona Desmilitarizada

Nova deserção de soldado norte-coreano na Zona Desmilitarizada

Um soldado da Coreia do Norte conseguiu desertar ao Sul nesta segunda-feira (13) após ser ferido por disparos do exército norte-coreano enquanto cruzava a Zona Desmilitarizada, segundo informou o Estado-Maior Conjunto sul-coreano. O soldado abandonou seu posto de segurança no lado norte da vila Panmunjom em direção ao lado sul da fronteira, de acordo com informações do governo da Coréia do Sul.

"O desertor foi transferido de urgência para o hospital num helicóptero do comando das Nações Unidas, e não houve qualquer troca de tiros do nosso lado". O reforço da vigilância nas fronteiras por parte do regime norte-coreano estará na origem desta descida.

Um militar foi ferido na Área de segurança conjunta - zona desmilitarizada entre as duas Coreias - e, posteriormente, levado a um hospital sul-coreano para receber cuidados médicos.

Trump e Putin de acordo em relação ao Daesh
Acerca do mesmo assunto, Vladimir Putin também considerou "absurdas" as suspeitas de interferência russa nas eleições dos Estados Unidos.

Tartarugas Ninja anunciadas para Injustice 2
Não há data de lançamento prevista, mas eles estão inclusos para quem comprou a edição "Ultimate" do jogo no PS4, Xbox One e PC. Após a adição de Sub-Zero e Raiden , da franquia Mortal Kombat , o jogo ainda trouxe o Hellboy, da Dark Horse Comics .

Star Wars vai ter nova trilogia [vídeo]
"Ele é uma força criativa e vê-lo criar Os Últimos Jedi do início ao fim foi uma das maiores alegrias da minha carreira". A Eletronic Arts revelou a data de lançamento do DLC gratuito de The Last Jedi em Star Wars: Battlefront 2.

A maioria das deserções ocorre através da China, não apenas por se tratar da fronteira mais extensa mas também pelo facto de não se encontrar tão vigiada como a da Coreia do Sul. Cerca de 1.000 norte-coreanos fogem para a Coreia do Sul, todos os anos, mas muito poucos por aquela zona, onde praticamente não existem civis.

A Coreia do Norte tem vindo a impulsionar a sua capacidade nuclear e de mísseis com uma série de testes, pois enfrenta o presidente dos EUA, Donald Trump, que prometeu impedir que ele possa atingir os Estados Unidos com armas nucleares.

Related news