Mourinho ouvido hoje pela Justiça espanhola

Mourinho ouvido hoje pela Justiça espanhola

Mourinho ouvido hoje pela Justiça espanhola

Dezenas de jornalistas aguardavam o treinador português, que, no entanto, optou por não prestar qualquer declaração. No entanto, para a Justiça espanhola, o assunto ainda não está resolvido e insiste que o processo ainda se mantém aberto, em fase de instrução.

"Eu não respondi, não discuti, paguei e assinei com o Estado que eu estou definitivamente em conformidade e o caso está fechado, por isso estou aqui, nada mais", salientou.

De acordo com o El Mundo, Mourinho e a sua defesa consideram que o fisco espanhol procurou "pretextos" e "álibis" para reabrir o processo dois anos depois de ter pago mais de 4 milhões de euros em sanções, dos quais 2,3 milhões foram devolvidos após o Ministério Público ter aceitado o argumento de que o português já não tinha residência em Espanha em 2013. No tribunal, não contestei, não discuti. "Paguei", acrescentou, explicando que foi por isso que a sua presença no tribunal esta manhã foi tão rápida.

Investigações revelam responsável por tirar o Twitter de Trump do ar
Um representante da rede social recusou prestar quaisquer comentários ao jornal britântico "The Independent", que noticiou o caso. Ainda assim, os serviços informáticos do Twitter conseguiram recuperá-la. "Estamos a realizar uma investigação interna profunda".

Paris Saint-Germain já inicia conversas por Philippe Coutinho, diz Telefoot
O encontro teria acontecido em Londres, onde, no dia 23, houve a entrega do prêmio The Best, da Fifa, aos melhores do mundo. Segundo o programa "Teléfoot", do canal de TV francês "TF1", Philippe Coutinho virou prioridade no Paris Saint-Germain.

Funaro afirma que Temer recebeu R$ 2,5 milhões para campanha de 2010
Também devem depor hoje os ex-presidentes da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves. A assessoria de imprensa do ministro rechaçou as acusações feitas pelo empresário.

Como resultado, nos exercícios de 2011 e 2012, terá defraudado o Estado espanhol em 3,3 milhões de euros referentes a impostos provenientes da exploração de direitos de imagem.

O técnico português, que agora treina o clube inglês Manchester United, apresentou as suas declarações fiscais de 2011 e 2012 em Espanha, mas sem incluir as receitas obtidas com a cedência dos direitos de imagem a empresas com sede em paraísos fiscais.

Mourinho não é o único português a contas com o fisco espanhol.

Related news