Charles Manson morreu: conheça 7 curiosidades sobre seu legado maldito

Charles Manson morreu: conheça 7 curiosidades sobre seu legado maldito

Charles Manson morreu: conheça 7 curiosidades sobre seu legado maldito

No final dos anos 60, Manson dirigiu uma seita que cometou homicídios violentos em bairros luxuosos de Los Angeles.

O assassinato da jovem atriz Sharon Tate e esposa de Roman Polanski, grávida de 8 meses foi o crime que ganhou mais notoriedade na imprensa pela brutalidade da invasão da mansão em Beverly Hill e o assassinato de outras 4 pessoas.

Manson foi hospitalizado em janeiro para ser operado por lesões no intestino e uma hemorragia interna, mas seu estado foi considerado muito frágil para isto e ele retornou à prisão. No entanto, a condenação foi comutada para prisão perpétua após o estado banir esse tipo de condenação, em 1972. A transação teria sido desfeita por um familiar dias depois.

Janot critica decisão de ministro do STF: "simplesmente absurda"
Na decisão, determinou que a PF apurasse em 60 dias a divulgação do conteúdo da delação premiada, que foi publicada pelo "Globo".

Apple confirma: iPhone X chegará ao Brasil no próximo dia 8
Ou usando a tecnologia Face ID, que substitui o Touch ID, de impressões digitais. Aparelho foi lançado no início de novembro nos EUA por US$1 mil.

Enviado especial da China busca melhorar relações com Coreia do Norte
O jornal Rodong Sinmun, da Coreia do Norte , informou que os cidadãos norte-coreanos declararam a "sentença de morte" ao presidente dos EUA, Donald Trump , informou The Independent.

Foi nessa época que Manson começou a formar o culto que ficou conhecido como "Família Manson", que misturava ideias hippies, culto satânicos e princípios religiosos -para alguns seguidores, Manson seria o novo Cristo. O norte-americano, que tem uma suástica tatuada na testa, era uma espécie de "líder espiritual" de um grupo que contava com mais quatro seguidores.

Um dos assassinos mais conhecidos da história dos Estados Unidos, Manson sempre despertou atenção do público e sua história é tema do livro sobre um crime real mais vendido da história: "Helter Skelter", escrito por Vincent Bugliosi, o promotor responsável pelo julgamento do caso. Artistas como Frank Sinatra, Elizabeth Taylor, Steve McQueen, Tom James e Richard Burton seriam os próximos a serem mortos.

Em 2014, Manson voltou ao noticiário por um anúncio de casamento com uma fã.

Related news