97% das rodovias estaduais são ruins ou péssimas — CNT

97% das rodovias estaduais são ruins ou péssimas — CNT

97% das rodovias estaduais são ruins ou péssimas — CNT

A qualidade das rodovias brasileiras concedidas para a iniciativa privada piorou entre o ano passado e este ano, aponta uma pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgada nesta terça-feira (7).

O levantamento realizado pela CNT avaliou 105.814 km de rodovias.

O levantamento engloba todas as rodovias federais pavimentadas e as principais rodovias estaduais.

A queda na qualidade das rodovias brasileiras tem relação direta com um "histórico de baixos investimentos" em infraestrutura rodoviária e com a crise econômica dos últimos anos, segundo a CNT.

Na classificação geral dos trechos que estão sob gestão pública, 25,3% se apresentam boas e ótimas, enquanto 74,7% estão regulares, ruins ou péssimas.

A maioria das rodovias federais, no entanto, apresenta uma boa qualidade. A classificação regular, ruim ou péssima atingiu 61,8%, enquanto em 2016 esse índice era de 58,2%. Do outro lado da ponta, a parcela de vias consideradas em bom ou ótimo estado caiu de 41,8% para 38,2% do ano passado para cá.

Acredite se quiser, Osama Bin Laden tinha vídeos brasileiros em seu computador
O material inclui 79 mil arquivos de áudio e imagens com discursos políticos, ensaios e fotos da Al Qaeda . Os documentos antigos também estão disponíveis para acesso do público.

Trump escolhe Jerome Powell para novo líder da Fed
E será a primeira vez em quatro décadas que um presidente da Fed não cumpre um segundo mandato. Powell ainda precisa passar pela aprovação do Congresso americano.

Miami' comete suicídio aos 34 anos — Ator de 'CSI
Brad Bufanda atuou ainda em dez episódios na série Veronica Mars , além de ter participado de programas como CSI: Miami e Malcom . Ele trabalhou recentemente em dois longas, ainda inéditos: a comédia "Garlic & Gunpowder" e " Stan the Man' ".

Um dos aspectos em que o índice mais se deteriorou foi o relativo à sinalização.

A maior parte das rodovias que corta o Rio de Janeiro foi avaliada como boa (29,9%) e ótima (23,4%). Em 2016, o percentual era de 48,3%.

Para o presidente da CNT, Clésio Andrade, os dados ruins são explicados pelo menor investimento no setor. Em 2016, o volume caiu para R$ 8,61 bilhões. Neste quesito 56% das rodovias federais são regular e 79% das estaduais são péssimos.

Segundo ele, a drástica redução dos investimentos públicos federais a partir de 2011 levou a um agravamento da situação das rodovias. "Este ano, até o junho, foram investidos apenas R$ 3,01 bilhões", frisa o estudo. Mas, conforme a pesquisa, para apenas reduzir os danos levantados pela CNT, seria necessário um aporte da ordem de R$ 293,8 bilhões.

A 21ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias foi realizada em 30 dias, por 24 equipes de pesquisadores, com cinco equipes de checagem.

A rodovia que acumulou avaliações ruins nos quatro quesitos avaliados pela CNT foi a DF-095, que teve estado geral (regular), pavimento (ruim), sinalização (regular) e geometria da via (regular) classificados como em pior situação.

Related news