Senado vota nesta semana projeto que regulamenta aplicativos de transporte

Senado vota nesta semana projeto que regulamenta aplicativos de transporte

Senado vota nesta semana projeto que regulamenta aplicativos de transporte

Fábio Reich, motorista do aplicativo em Blumenau e um dos organizadores da mobilização na cidade, diz que a "a briga não é para não regulamentar".

Além do feriado, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), passará os próximos dias no exterior, em viagem oficial - acompanhado de outros nove deputados, ele irá a Israel, Palestina, Portugal e Itália. O Projeto de Lei criará uma burocracia tão grande que impedirá que os 500 mil motoristas parceiros da Uber, em todo o Brasil, gerem renda para suas famílias. O número de usuários contabilizados até esta segunda-feira (30) é de 17 milhões.

Romão Bonfim acredita que a aprovação do projeto pode acabar com os aplicativos de transporte.

O ponto crucial que incomoda a categoria é a possível aprovação do PLC 28/2017 que exige o uso de placas vermelhas para os automóveis que prestarem o serviço, da mesma forma como ocorre com o táxi, que é um serviço público. A Uber, inclusive, se manifestou favorável ao substitutivo. De acordo com o texto da PLT, os aplicativos teriam que seguir algumas orientações para continuarem funcionando, como a vistoria frequente nos veículos, placa vermelha, idade mínima dos condutores, além de uma autorização para que o veículo ofereça o serviço.

Avião em que estavam jogadores da NBA colide com objeto não identificado
Quando desceram do avião, ilesos, viram que o bico da aeronave estava afundado. Tivemos um voo, no mínimo, atribulado. 30 mil pés no ar.

United vence o Tottenham e mantém vice-liderança da Premier League
Manchester United venceu o Tottenham , em casa, por 1-0, com o golo da vitória marcado perto do fim do encontro pelo avançado francês Anthony Martial .

EUA liberam milhares de documentos secretos sobre morte de Kennedy
Lee Harvey Oswald, acusado de assassinar o então presidente dos EUA John F. Kennedy é fotografado com o sargento da polícia de Dallas. Kennedy, em 22 de novembro de 1963.

Segundo Bauer, caso o substitutivo seja derrubado, aí sim, os senadores devem deliberar pelo polêmico PLC 28/2017. Se passar no Senado como está, o texto pode ir à sanção presidencial. Caso haja mudanças, o projeto voltará à Câmara dos Deputados, onde foi aprovado em abril.

- Não tenho dúvidas que o substitutivo é o melhor caminho. "Se eles aprovarem o projeto, podemos sacramentar a proibição dos aplicativos no Brasil", alertou Thiago Silva. A Uber é um aplicativo de mobilidade urbana, oferecemos um transporte alternativo a baixo custo, nós atendemos os pobres: "tem muita gente que, hoje, prefere deixar o carro em casa e pegar um Uber, pela comodidade e porque não tem um custo exorbitante". Temos que nos adaptar aos novos tempos.

O Uber informou ao D24AM que o ato não está sendo organizado pela empresa.

Related news