Operação Contentor: empresário catarinense é preso pela PF no Recife

Operação Contentor: empresário catarinense é preso pela PF no Recife

Operação Contentor: empresário catarinense é preso pela PF no Recife

A Polícia Federal cumpre, nesta terça-feira, 60 mandados de prisão, 12 de condução coercitiva e 104 de busca e apreensão como parte de investigações sobre tráfico internacional de cocaína através de portos de Santa Catarina.

Segundo investigações da PF, quadrilhas que atuam no tráfico internacional de cocaína no Brasil mantém o Porto de Santos na rota de embarque da droga, principalmente para a Europa, mesmo com ações sucessivas da Polícia Federal (PF) e apreensões feitas pela Receita Federal: só no ano passado foram interceptadas mais de 10 toneladas do entorpecente no cais santista. Desta maneira, os traficantes entram com veículos carregados com cocaína e colocam a droga dentro de contêineres com carga lícita, que têm como destino países europeus. As ordens judiciais da Operação Oceano Branco são cumpridas em Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes, Itapema, Penha, Tijucas, Florianópolis, São Francisco do Sul, Joinville e no Rio Grande do Sul, na cidade de Imbé.

A operação Mar Branco começou antes da Contentor.

Fim do Windows Phone!
"Mas a construção de novas ferramentas ou de hardware não está nas nossas prioridades", referiu Joe Belfiore num tweet. No entanto, foi garantido que o sistema operativo continuará a ser atualizado com as devidas correções de segurança.

Camarote desaba durante show da Ivete, em Aracaju, e 26 ficam feridos
Algumas receberam o atendimento rápido no local e foram liberadas em seguida, sem a necessidade de encaminhamento ao hospital. Cerca de 22 mil pessoas participaram da 20ª edição da Odonto Fantasy que é maior festa a fantasia do Norte-Nordeste.

Marina Ruy Barbosa mostra momento fofo de Titi no seu casamento
Entre os padrinhos, o autor Aguinaldo Silva, a jornalista Glória Maria e os atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank . Já as madrinhas usaram roupas da mesma cor, o chamado "rosa millennial".

Como parte das investigações, a polícia apreendeu 8 toneladas de cocaína no Brasil, Bélgica, França e Espanha. A droga era escondida em cargas de mercadorias como bobinas de aço, abacaxi em latas e blocos de granito.

A polícia também vinculou a atuação dos investigados a outros carregamentos interceptados por autoridades policiais na Itália, Dinamarca, Espanha, Arábia Saudita e Turquia, totalizando outras 2,5 toneladas da droga. A cidade gaúcha de Imbé também está no alvo da PF.

Os suspeitos, que incluem um funcionário ativo do banco, são acusados de crimes como furto e estelionato qualificado, peculato, uso de documento falso, falsificação de documento público e associação criminosa, segundo a PF. As penas para cada evento de tráfico internacional podem chegar a 25 anos de prisão, além de 10 anos de reclusão por associação.

Related news