"O futebol não está assim tão diferente" — Heynckes apresentado

"O futebol não está assim tão diferente" — Heynckes apresentado

Tenho que agradecer muito ao Bayern, foi o trampolim da minha carreira como treinador.

Jupp Heynckes está oficialmente de volta ao Bayern de Munique.

Embora tenha admitido nesta segunda-feira que não via mais motivação para exercer o ofício de técnico, Heynckes topou reassumir o cargo no Bayern com a condição de assinar um contrato de curto período, no qual espera poder desempenhar bem a função de uma espécie de "bombeiro" após a equipe entrar em uma fase bastante instável - atual campeã nacional, está hoje na vice-liderança do Campeonato Alemão, cinco pontos atrás do Borussia Dortmund, que vem conseguindo interromper o amplo domínio que vinha sendo imposto pelo Bayern nas últimas temporadas. "Não teria voltado, por outro clube do mundo", disse. "Temos que mostra que somos uma equipe", disse.

"Foi um momento difícil, mas minha esposa e minha filha disseram que eu deveria aceitar essa proposta. Até o meu cão ladrou duas vezes, o que significa que eu tinha mesmo de voltar", confidenciou.

Croácia demite técnico Ante Cacic antes de duelo decisivo contra a Ucrânia
Também nesta sexta, os ucranianos foram a Kosovo e venceram os donos da casa por 2 a 0. As duas equipas somam 17 pontos, menos dois do que a Islândia, que lidera o Grupo I.

Microsoft Edge chega ao iPhone e em breve aos Android
Aqui, também, estamos falando de uma mudança que ainda está em versão de testes, apesar de os experimentos, nesse caso, serem mais abrangentes.

Argentina tem 43,3% de chances de ir à Copa
Já a seleção peruana vive a expectativa de se classificar para Copa do Mundo depois de 36 anos, ou seja, depois de 8 Copas. Após mais um tropeço nas Eliminatórias Sul-Americanas, a coletiva de Jorge Sampaoli foi marcada por muita tensão.

Recorde-se que o Bayern vai, este sábado, jogar pela primeira vez desde o despedimento de Ancelotti. Apesar da situação difícil, estou confiante de que a equipe em breve vai mostrar uma cara diferente.

"E nos últimos anos perderam jogadores importantes, como Schweinsteiger ou Lahm". Agora sobram Joerome Boateng, Thomas Muller, Arjen Robben e Franck Ribery.

- Nosso time tem potencial, classe. "E penso que ele tem muito talento", afirmou. A minha tarefa vai ser encontrar alguém mais em quem me apoiar.

Essa será a quarta passagem de Heynckes, de 72 anos, pelo Bayern, sendo que na última delas liderou o clube nas campanhas vitoriosas das conquistas das Liga dos Campeões, do Campeonato Alemão e da Copa da Alemanha, em 2013.

Related news