Menino é encontrado em cela de preso suspeito de estupro no Piauí

Menino é encontrado em cela de preso suspeito de estupro no Piauí

Menino é encontrado em cela de preso suspeito de estupro no Piauí

Um menino de 11 anos foi encontrado em uma cela de um preso acusado de estupro de vulnerável (ato contra menor de 14 anos) na Colônia Agrícola Major César de Oliveira, no município de Altos, na região metropolitana de Teresina.

A criança passou por exames e nenhum tipo de violência fio constatado, segundo laudo do Instituto Médico Legal. A criança permanece sob os cuidados dos pais.

Os pais da criança e o preso foram encaminhados para a Central de Flagrantes para que prestassem depoimento. Porém existe uma grande suspeita, de que o garoto foi levado até o presídio para ser #violentado.

O menino foi localizado embaixo da cama de um dos detentos após os agentes penitenciários suspeitarem da ação dos presidiários.

O gerente da Colônia Agrícola Major César, Cleiton Lima, disse que os pais do menino contaram que deixaram a criança de propósito na unidade prisional.

Trump faz apelo à UE por sanções contra governo de Maduro
Ou seja, para atingir Nicolás Maduro, Trump penalizou os coxinhas venezuelanos, que agora terão dificultadas suas idas a Miami. Evo condenou esta ação e denunciou que a decisão "viola a carta da OEA” (Organização dos Estados Americanos)".

Funcionários mantêm paralisação, contrariando decisão do TST
Apenas os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária) estão suspensos.

Homem vive 40 anos com peça de Playmobil no pulmão
Com o histórico, a suspeita imediata foi de câncer; e, por isso, médicos pediram exame para confirmar o diagnóstico. O paciente foi operado e, quatro meses após o ocorrido, as tosses praticamente sumiram.

Ao Conselho tutelar, no entanto, o menino negou que tenha sido tocado pelo detento.

Em nota, o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí, José Roberto Pereira, informou que o menino não tem parentesco com o preso e que por ser menor de 18 anos seria necessário que tivesse uma autorização judicial para poder ter acesso às celas, porém a criança conseguiu entrar no presídio acompanhada dos pais.

Segundo os agentes penitenciários que encontraram o menino, este relatou que teve as partes íntimas tocadas pelo preso, mas que não houve conjunção carnal, pois os agentes chegaram antes que ocorresse algo pior com o garoto. Essas visitas deveriam ser cadastradas no serviço social da unidade e deveria ser feita sob supervisão dos agentes. A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus), informou que o homem está preso por estupro. A investigação tem como objetivo apurar em que circunstâncias o menino foi deixado na carceragem, bem como apontar os responsáveis pelo ocorrido.

O caso está sendo investigado pela polícia.

Related news