Aprovação cai e maioria rejeita plano presidencial de Doria — Datafolha

Aprovação cai e maioria rejeita plano presidencial de Doria — Datafolha

Aprovação cai e maioria rejeita plano presidencial de Doria — Datafolha

Oinstituto de pesquisa Datafolha ouviu a preferência dos paulistanos em relação aos eventuais candidatos do #PSDB à Presidência da República em 2018, disputa que provavelmente ficará entre o governador do estado de São Paulo, #Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital, João Doria.

De acordo com 37% dos entrevistados pelo Datafolha, o prefeito de São Paulo será candidato a presidente. A declaração é uma referência direta a uma fala de Alckmin, feita no mês passado á Rádio Bandeirantes, quando o tucano mandou um recado para Doria: "Lembre-se sempre de Santo Antônio de Pádua. Quando não puder falar bem, não fale nada'".

A pesquisa divulgada neste domingo (8) pelo Datafolha joga um balde de água fria nas intenções do prefeito, já que as pesquisas divulgadas quando assumiu o cargo de prefeito o colocavam em pé de igualdade com Alckmin, o que animaram o tucano a ensaiar um voo solo à presidência, disputando com o seu principal padrinho político no PSDB.

Croácia demite técnico Ante Cacic antes de duelo decisivo contra a Ucrânia
Também nesta sexta, os ucranianos foram a Kosovo e venceram os donos da casa por 2 a 0. As duas equipas somam 17 pontos, menos dois do que a Islândia, que lidera o Grupo I.

Recibos apresentados por Lula são 'ideologicamente falsos', diz MPF
A defesa de Costamarques afirma que os recibos foram todos assinados enquanto ele estava internado no Hospital Sírio Libanês . O ex-presidente da Odebrecht Marcelo Odebrecht e o ex-ministro Antônio Palocci [VIDEO ]também são réus nesse processo.

Nobel da Literatura para o Inglês Kazuo Ishiguro
O nome de Ishiguro não estava entre os favoritos. "Então de certo modo sim, foi uma surpresa", afirma. Ishiguro escreveu oito romances , assim como roteiros para cinema e televisão.

O instituto afirma ainda que o prefeito tem 26% de rejeição e 40% de apreciação regular. Em junho, o prefeito tinha 41% de ótimo/bom, 22% de ruim/péssimo e 34% de regular. Entretanto, 58% querem que Doria prossiga na função atual, em oposição a 10% que desejam vê-lo na briga pelo governo federal ou a 15%, que preferem que ele se candidate a governador de São Paulo. Doria disse que a queda na avaliação da sua gestão se deve à herança financeira herdada da gestão de Haddad. Os resultados apontam pela primeira vez desde o início do mandato dele a avaliação regular superando a positiva. O tucano despencou quase dez pontos percentuais na aprovação de sua administração. O levantamento possui margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. Porém, depois de descontadas as despesas que deveriam ser quitadas no curto prazo, o saldo restante seria de R$ 3,15 bilhões. "Hoje você ultrapassou os limites, você questionou o prefeito João Doria". Até a produção de asfalto para recapeamento das vias foi paralisada.

Em entrevista na manhã deste domingo, durante compromisso na cidade, Doria também afirmou que vai manter sua agenda de viagens pelo país e para outros países.

Related news