Abe promete 'medidas contundentes' contra Coreia do Norte após reeleição

Abe promete 'medidas contundentes' contra Coreia do Norte após reeleição

Abe promete 'medidas contundentes' contra Coreia do Norte após reeleição

Pesquisas de boca de urna realizadas neste domingo, 22, indicam que eleitores japoneses retornaram a liderança do primeiro-ministro Shinzo Abe ao poder nas eleições nacionais. "Como prometi em campanha, a minha tarefa premente é lidar firmemente com a Coreia do Norte e para isso precisamos de uma diplomacia forte", declarou Abe esta segunda-feira.

Além disso, a vitória conquistada pelo seu partido permite que Abe comece o complexo processo de reforma da Constituição japonesa, voltada para o pacifismo, uma iniciativa polémica que o primeiro-ministro japonês defende com o objetivo de aumentar os poderes de defesa nacional. Por conta da derrota na Guerra, a Constituição tem um artigo, o número nove, que impede que um governo tenha militares que possam "afetar" a estabilidade da região.

Na sua primeira coletiva de imprensa após sua vitória, Abe adiantou que pensa em dedicar "um tempo significativo" a dialogar com Trump sobre como fazer frente ao desafio nuclear da Coreia do Norte. Até por conta disso, ele dissolveu o Parlamento e convocou as eleições antecipadas deste domingo.

MPD considera "retrocesso" portaria do trabalho escravo
De 1996 a 2016, foram resgatados 52 mil trabalhadores e existem ainda milhares de vítimas da escravidão moderna. Em todo o país são 132 empregadores autuados por manterem trabalhadores em condições análogas à escravidão.

Justin Timberlake é anunciado como atração do Super Bowl de 2018
Não será a primeira vez que o músico, de 36 anos, fará as honras do espetáculo. A informação foi confirmada pelo cantor, através das redes socias.

Chuva de estrelas cadentes ilumina o céu neste fim de semana
Se o local for escuro como recomendado use uma lanterna de luz vermelha, para evitar ofuscamento pela luz branca. Anápolis é uma das cidades que poderá assistir a chuva de meteoros Oriônidas a partir desta sexta-feira (20).

A coalizão formada pelo Partido Liberal Democrata (PLD, direita) de Abe e o partido Komeito (centro-direita) obteve 313 dos 465 assentos em disputa, uma maioria de dois terços, de acordo com estimativas quase definitivas da rede pública de televisão NHK.

Uma centena de milhões de eleitores foram chamados a renovar os 465 lugares da assembleia.

Related news