Pezão e Meirelles apresentam plano de recuperação fiscal no Palácio Guanabara

Pezão e Meirelles apresentam plano de recuperação fiscal no Palácio Guanabara

Pezão e Meirelles apresentam plano de recuperação fiscal no Palácio Guanabara

No evento, que contou com a presença do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, Pezão afirmou que ele tem sido "um guardião" do Rio. O estado também poderá contrair novos empréstimos de até R$ 3,5 bilhões, que terão como garantia as ações da CEDAE, a Companhia Estadual de Águas e Esgotos, que será vendida. Criado pelo governo federal, o RRF congela o pagamento da dívida com a União por até três anos, entre outros benefícios, desde que sejam atendidas várias exigências. O governador agradeceu também a atuação do presidente licenciado da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani (PMDB), e aos demais poderes do Estado.

O estado projeta um aumento de receita de R$ 1,5 bilhão em 2017, de R$ 5,2 bilhões em 2018, R$ 6,5 bilhões em 2019 e R$ 9,4 bilhões em 2020.

O plano de ajuda ao Rio prevê um ajuste fiscal de R$ 63 bilhões até 2020.

O acordo de recuperação fiscal do Rio foi homologado na tarde desta terça-feira, durante uma cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília.

Neste ano, o Tesouro Nacional dará aval para financiamentos ao estado de até R$ 6,6 bilhões, incluindo a privatização da empresa.

Mais de 20 entidades entregaram 2 milhões ao Fundo Revita — Pedrógão Grande
A informação foi prestada pelo ministro Vieira da Silva ao PSD, que exige agora saber onde está o resto, ou seja, 1,3 milhões. O fundo social vai garantir uma maior a eficiência na gestão destes fundos e garantir a chegada ao destino pretendido.

Mega-Sena pode pagar R$ 50 milhões neste sábado
A estimativa do próximo concurso é de R$ 77 milhões e será realizado em 06 de setembro de 2017. Na Mega-Sena, os bolões têm preço mínimo de R$ 10.

PIB cresce 0,2% no 2º trimestre de 2017
O consumo das famílias também registrou aumento, com alta de 1,4% na comparação entre o primeiro e o segundo trimestres de 2017. O desempenho excepcional do agronegócio no primeiro trimestre inflou a base de comparação e agora deverá devolver a alta.

Segundo o governo do Rio o plano de recuperação é fundamental para tirar o estado da crise.

O Rio pode ser obrigado a adotar medidas adicionais de ajuste fiscal, incluindo a privatização de instituições de ensino superior e a demissão de servidores, para assegurar a permanência do estado no plano de socorro federal, homologado depois de nove meses de idas e vindas de negociações.

O presidente da República em exercício, Rodrigo Maia, assinou nesta segunda-feira (4) uma medida provisória que garante crédito extraordinário de R$ 47 milhões para ações em segurança pública no estado do Rio de Janeiro.

O governo do Estado do Rio de Janeiro informa que não cogita privatizar ou extinguir a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Related news