Janot pede prisão de Joesley e Saud

Janot pede prisão de Joesley e Saud

Janot pede prisão de Joesley e Saud

O ex-procurador da República Marcello Miller emitiu uma nota onde afirma que "jamais fez jogo duplo ou agiu contra a lei" no caso das delações de executivos da JBS. O depoimento terminou no início da madrugada deste sábado (9), por volta de 1 horas. Então para quê esse depoimento? Para rebater a suspeita, a estratégia dos advogados é sustentar que o ex-procurador já estava afastado do grupo de trabalho da Lava-Jato quando as negociações para a delação da JBS aconteceram.

Teve uma carreira de quase 20 anos de total retidão e compromisso com o interesse público e as instituições nas quais trabalhou.

Na segunda-feira (4), a PGR informou que novos áudios entregues pelos delatores da JBS indicam que o ex-procurador da República Marcello Miller atuou na "confecção de propostas de colaboração" do acordo que viria a ser fechado entre os colaboradores e o Ministério Público Federal (MPF). O ministro do STF diz haver "indícios suficientes" de que os delatores omitiram informações no acordo delação premiada e que a entrega de informações foi feita de forma "parcial e seletiva".

Nas novas gravações, entregues pelos próprios delatores à Procuradoria, Joesley e o executivo Ricardo Saud falam sobre a intenção de usar Miller para se aproximar de Janot.

Marcelo Miller integrou a equipe da Lava Jato na PGR, em Brasília.

Google Drive e Fotos vão ser descontinuados para PC e Mac
A aplicação mais antiga Google Drive deixa de ter apoio técnico dia 11 de Dezembro e encerra completamente a 12 de Março de 2018 . Uma delas se chama Backup e Sincronização : ela permite selecionar diversas pastas do seu computador para serem salvas na nuvem.

Huawei ultrapassa a Apple
Os telefones da Huawei tornaram-se populares, graças aos designs com monitores amplos e funções avançadas da câmera. A empresa é forte na Europa, Oriente Médio e América Latina (embora tenha desaparecido do Brasil).

Papa pede aos jovens colombianos que 'sonhem grande' e saibam perdoar
Centenas de venezuelanos que migraram por causa da crise política e econômica são esperados na cerimônia. Nesta manhã, Francisco se reúne com o presidente Juan Manuel Santos e depois recebe as chaves da cidade.

"Dez horas de depoimento para já ter um pedido [de prisão] pronto?"

Em 23 de fevereiro de 2017, ele pediu exoneração do cargo de procurador e foi desligado no último dia 5 de abril. Na nota, o ex-procurador afirma que "continua à disposição, como sempre esteve, para prestar qualquer esclarecimento necessário e auxiliar a investigação no restabelecimento da verdade".

As suspeitas sobre Miller surgiram após a revelação de um áudio, gravado em 17 de março, no qual Joesley e Saud conversam sobre supostos conselhos que teriam recebido de Miller antes de eles firmarem a colaboração premiada com a PGR (Procuradoria-Geral da República). "O crime do art. 288 do Código Penal (associação criminosa que substituiu o delito de quadrilha ou bando), para sua configuração, exige estabilidade e permanência, elementos que, por ora, diante do que trouxe a este pedido o MPF, não se mostram presentes", escreveu Fachin na decisão. Isso porque, defendem os advogados André Perecmanis e Paulo Klein, o ex-procurador não dispõe da prerrogativa do foro privilegiado. Entre os argumentos a seu favor, afirma que não tinha contato com Janot e atuação na Operação Lava Jato desde outubro de 2016.

Enquanto procurador, nunca atuou em investigações ou processos relativos ao Grupo J&F, nem buscou dados ou informações nos bancos de dados do Ministério Público Federal sobre essas pessoas e empresas.

Related news