Cassini se despede para sempre depois de 20 anos de missão

Cassini se despede para sempre depois de 20 anos de missão

Cassini se despede para sempre depois de 20 anos de missão

A um mês de completar 20 anos de missão no espaço, a sonda Cassini "mergulhou" na atmosfera de Saturno, manobra que culminou na sua autodestruição.

A destruição havia sido programada pela NASA, e encerra uma iniciativa internacional que envolveu 27 países.

Ao longo de 20 anos, a Nasa estima um investimento total de US$ 3,9 bilhões.

Cinco meses após iniciar o trajeto rumo ao seu próprio fim, a espaçonave Cassini da NASA dará adeus esta manhã, depois de passar 13 anos orbitando o sistema de Saturno.

A Cassini fez suas últimas imagens na quinta-feira (14), o que e incluiu fotos das luas Titã e Enceladus, de características dos anéis e uma montagem colorida de Saturno e seus anéis.

Читайте также: Apple unveils iPhone X

Thomas Zurbuchen frisou que descobertas como os mundos oceânicos nas luas Titan e Enceladus são exemplos da importância da sonda.

Para acompanhar os movimentos finais da Cassini, a equipe da Nasa recebeu sinais de telemetria. Ela receberá a ordem de se aproximar cada vez mais da atmosfera de Saturno, até se incendiar.

Cerca de 4.000 artigos científicos já se basearam nos dados da missão Cassini.

A entrada autodestrutiva da sonda está prevista para começar às 08h53 (horário de Brasília). Outro trabalho realizado pela Cassini indicou que esta água vem de um oceano sepultado, que provavelmente contém uma fonte de energia química para os micróbios, se alguma vez ele evoluíram naquela lua distante.

A missão é considerada uma das mais promissoras até agora e a comunidade científica afirma que os achados da Cassini mudaram não só a visão sobre Saturno e o Sistema Solar como "moldarão futuras missões e pesquisas". Ela foi enviada em 1997 junto com o robô Huygens, que aterrissou na lua Titã em 2005, coletando informações inéditas sobre a atmosfera e fotografias do maior satélite natural de Saturno. "Será como um eco", explica Earl Maize, responsável pela missão do Laboratório de Propulsão a Jacto da NASA, em Pasadena, na Califórnia. Ao todo, a Cassini recolheu mais de 453 mil imagens e viajou 7,8 bilhões de quilômetros.

При любом использовании материалов сайта и дочерних проектов, гиперссылка на обязательна.
«» 2007 - 2017 Copyright.
Автоматизированное извлечение информации сайта запрещено.

Код для вставки в блог

Related news