Aos 74 anos, morre Rogéria no Rio de Janeiro com infecção generalizada

Aos 74 anos, morre Rogéria no Rio de Janeiro com infecção generalizada

Aos 74 anos, morre Rogéria no Rio de Janeiro com infecção generalizada

Inicialmente, o velório será aberto apenas para amigos e familiares. Em sua passagem, foi recebida com carinho pelo público. Leandra Leal, diretora do documentário "Divinas Divas", que homenageia a travesti, anunciou que o enterro será na cidade Cantagalo, local onde Rogéria nasceu.

A atriz e cantora Rogéria morreu na noite desta segunda-feira, 4, aos 74 anos no Rio de Janeiro.

Acompanhe a reportagem e saiba como foi a carreira da atriz. Ela foi levada para a UTI, onde passou algumas semanas. Em seguida, ela recebeu alta e deixou o hospital.

"Xeque-Mate": Anitta grava faixa de compositor de Bieber
Poo Bear já compôs para Chris Brown e Usher e trabalha há cinco anos com o astro teens Justin Bieber . Anitta e Poo Bear (Junior Marques / Divulgação)Curta o TV Foco no Facebook!

Sporting quer que West Ham mostre proposta por William
William Carvalho vai manter-se no Sporting depois de ter encerrado grande parte dos mercados de transferência. A imprensa falou, durante semanas, sobre uma oferta de mais de 30 milhões de euros por William Carvalho.

Melhores momentos de Cruzeiro 2 x 0 Grêmio — Primeira Liga
Mas o grande nome do jogo foi o goleiro do Grêmio e isso fez com que demorássemos a marcar os gols da vitória. Com 2 gols de Carlos Henrique - um em cada tempo - a equipe paranaense garantiu sua vaga para as semifinais.

Nascida como Astolfo Barroso Pinto em 25 de maio de 1943, Rogéria era uma das transformistas mais antigas em atividade no Brasil. Apaixonou-se perdidamente aos 19 anos, quando viveu um casamento que durou três. Rogéria será sepultada no município de Cantagalo. Ela estreou nos palcos em maio de 1964, em um show de travestis na Galeria Alaska, então reduto gay de Copacabana.

Como nenhuma outra, Rogéria se destacou em diferentes áreas. Começou como maquiadora na extinta TV Rio, participou também como jurada em vários programas de auditório, como Chacrinha, Gilberto Barros e, mais recentemente, no programa de Luciano Huck.

Ao voltar para o Brasil, emplacou filmes da Boca do Lixo, como "O Sexualista" (1975) e "Gugu, o Bom de Cama" (1979), ao mesmo tempo em que ganhou o Troféu Mambembe, conferido pelo Ministério da Cultura aos destaques teatrais do Rio e São Paulo, pelo espetáculo que fez em 1979 ao lado de Grande Otelo. "Sou Rogéria, artista. Porque artista independe do sexo", ela mesma definiu.

Related news