Fogo em Ferreira do Zêzere chega a distrito de Castelo Branco

Fogo em Ferreira do Zêzere chega a distrito de Castelo Branco

Fogo em Ferreira do Zêzere chega a distrito de Castelo Branco

Este domingo, a ANPC decidiu criar uma ocorrência própria para o fogo que se dirigiu para Vila de Rei, no distrito de Castelo Branco, face à extensão da frente.

O incêndio que lavra em Ferreira do Zêzere, distrito de Santarém, obrigou à retirada de algumas pessoas de Dornes, e, em Figueiró dos Vinhos, arde a única freguesia que tinha resistido no incêndio de Pedrógão Grande.

"Os incêndios que estamos a acompanhar com maior detalhe são os de Aveiro, na Mealhada, o de Leiria, em Alvaiázere, o de Ferreira do Zêzere, que passou neste momento para Vila de Rei, e o de Carvalhosa, em Coimbra", disse a porta-voz da entidade, Patrícia Gaspar.

"Não temos propriamente aldeias evacuadas, temos várias localidades que foram evacuadas parcialmente, naquelas onde as pessoas quiseram sair", declarou à Lusa Jacinto Lopes, acrescentando que esta retirada da população aconteceu em "seis a sete localidades".

De acordo com a página da Proteção Civil, esse segundo incêndio começou na localidade de Barbéns e já mobiliza 52 operacionais e dez veículos.

Uruguaios quebram 220 cadeiras no Nilton Santos; Nacional arca com prejuízo
Após confusão e discussão, Victor Luís , do Glorioso; Polenta , Aguirre e Rodríguez, do Nacional , foram expulsos. A partida é uma prévia do confronto válido pelas quartas de final da Libertadores .

Cómo ver la lluvia de estrellas de este fin de semana
La Luna estará iluminada en un 69% de su superficie, lo que causará que la intensidad de la lluvia disminuya a casi la mitad durante la observación.

MP desarquiva inquérito de 2013 para acusar Lula — Perseguição
Ambos os Ministérios Públicos de Portugal e do Brasil pediram o arquivamento delas por total falta de provas. As suspeitas tem base em depoimentos do empresário Marcos Valério.

No segundo briefing diário da Proteção Civil, a adjunta nacional de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Patrícia Gaspar, descreveu a situação como "complexa".

Os incêndios que começaram em Alvaiázere e Ferreira do Zêzere são combatidos, cada um, por mais de 300 operacionais, tal como o incêndio que continua a lavrar em Miranda do Corvo, distrito de Coimbra. Em Coimbra, o fogo que teve início na tarde de sábado em Carvalhosas, junto à praia fluvial do Mondego, em Torres do Mondego, era combatido por 281 bombeiros, apoiados por três meios aéreos.

No distrito, lavra outro incêndio, no concelho de Castelo Branco, em que "há proximidade das chamas às casas" na localidade de Casal da Serra, disse à Lusa o presidente da Câmara, Luís Correia.

Nas operações de rescaldo estão mais de 200 operacionais.

Related news