Dois dos terroristas de Barcelona ficam em prisão preventiva

Dois dos terroristas de Barcelona ficam em prisão preventiva

Dois dos terroristas de Barcelona ficam em prisão preventiva

Eles são acusados de terrorismo e homicídio, entre outros crimes.

A Procuradoria da Espanha havia pedido a prisão sem fiança dos quatro terroristas presos por envolvimento nos atentados em Barcelona e Cambrils, na Espanha, na semana passada.

Na audiência, que ocorre a portas fechadas, o juiz deverá dterminar que acusações serão apresentadas e se os suspeitos serão enviados para prisão provisória.

Segundo fontes judiciais, os detidos acabaram de prestar declarações antes das 18:00, depois de terem sido conduzidos à Audiência Nacional, em Madrid, desde Barcelona terem sido interrogados durante todo o dia.

Quatro homens acusados de pertencerem à célula por trás dos atentados na Catalunha comparecem pela primeira vez a tribunal.

Os quatro detidos atribuíram a culpa dos ataques ao imã Abdelbaki Es Satty, que liderava a célula terrorista de 12 integrantes e morreu na explosão da casa que usavam como base em Alcanar.

O terrorista ferido na casa de Alcanar, na noite antes dos atentados de Barcelona, declarou em Tribunal que pretendiam atacar a Sagrada Família, segundo fontes judiciais.

Vizinha denuncia suspeito de atentado em Barcelona
Das 14 vítimas, 12 foram identificadas e as outras duas devem ser até segunda-feira, de acordo com Trapero. Depois, o marroquino teria atravessado grande parte de Barcelona a pé, até a saída sul da cidade.

Estado Islâmico diz que ataque na Espanha foi contra 'cruzados' e judeus
Uma carrinha galgou o passeio e entrou pela zona pedonal começando a atropelar pessoas de forma indiscriminada. A polícia acredita que a explosão foi um erro de cálculo que acabou impedindo um ataque ainda mais sangrento.

A xepa da reforma política
O distritão vai desmontar os partidos e privilegia candidaturas individuais, além de favorecer a manutenção dos atuais deputados. Segundo apurou o Valor , esse acordo já estariam encaminhado e em estágio avançado.

Dia 16: Explosão em uma casa onde eram preparadas bombas com botijões de gás: havia cerca de 120 no local.

Foi pedida prisão efetiva para Houli Chemlal e o seu advogado de defesa solicitou liberdade com medidas cautelares. Está previsto que todos os detidos sejam ouvidos ainda durante o dia de hoje.

O segundo detido que começou a ser ouvido, ao inicio da tarde de hoje, é Driss Oukabir, originário de Marsella (França) em cujo nome foi alugada a viatura usada no ataque na Rambla, em Barcelona, e cujo irmão Moussa, morreu juntamente com outros quatro terroristas, abatidos pela policia, em Cambrils.

Os atropelamentos em Barcelona e Cambril, que deixaram 15 pessoas mortas na última quinta-feira foram uma alternativa improvisada de seguir com o plano de realizar um ataque depois de o incidente Alcanar frustrar o objetivo inicial de detonar os explosivos na cidade. Um ataque terrorista que matou 192 pessoas em 2004 em Madri foi realizado por uma célula da Al Qaeda.

Em Barcelona, a 17 de agosto, uma carrinha subiu um passeio pedonal nas Ramblas, percorrendo mais de 500 metros em ziguezague, indo deliberadamente contra transeuntes até embater contra um quiosque.

Os atentados fizeram 15 mortos e mais de uma centena de feridos.

A Basílica da Sagrada Família, em Barcelona, é um templo católico projetado pelo arquiteto catalão Antoni Gaudí, conhecida por ainda não estar terminada, tendo a sua construção sido iniciada em 1882.

Related news