Avião pilotado por ex-senador boliviano Roger Pinto Molina cai em Luziânia

Avião pilotado por ex-senador boliviano Roger Pinto Molina cai em Luziânia

Avião pilotado por ex-senador boliviano Roger Pinto Molina cai em Luziânia

A assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros de Goiás informou que a aeronave caiu, logo após a decolagem, na cabeceira da pista.

O Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) divulgou um boletim médico, no início da manhã deste domingo (13), informando que Molina está em estado greve, com suporte clínico na sala vermelha e sem indicação de cirurgia.

Molina deu entrada no Hospital de Base na noite de sábado com traumatismo crânio encefálico. Ele passou por uma drenagem bilateral no tórax, traqueostomia de urgência e está em ventilação mecânica.

O ex-senador também foi lembrado em 2016, dessa vez por conta do acidente com o avião da Chapecoense, na Colômbia, ele era sogro do piloto da aeronave, Miguel Quiroga. Ele foi encaminhado pelos agentes de helicóptero para um hospital em Brasília-DF.

Imprensa crava Mbappé no PSG e influência de Neymar
Ainda conforme a matéria, o único passo restante para o início das negociações seria um sinal positivo do próprio jogador. Outras fontes importantes dão conta de que o interesse pelo negócio é recíproco.

Uruguaios quebram 220 cadeiras no Nilton Santos; Nacional arca com prejuízo
Após confusão e discussão, Victor Luís , do Glorioso; Polenta , Aguirre e Rodríguez, do Nacional , foram expulsos. A partida é uma prévia do confronto válido pelas quartas de final da Libertadores .

The Crown | Rainha Elizabeth enfrenta tensões familiares em trailer da 2ª temporada
Segunda temporada marcará tensões e reviravoltas políticas que a rainha terá que enfrentar. A Netflix divulgou hoje (10) o primeiro vídeo da segunda temporada The Crown .

Roger Molina sofreu o acidente na tarde do sábado em um clube aéreo da cidade de Luziânia, em Goiás, por motivos que estão sendo investigados pela Força Aérea Brasileira (FAB).

A história do ex-senador boliviano ficou conhecida em 2013, quando ele buscou asilo político alegando perseguição do então presidente Evo Morales. Ele pediu asilo no Brasil em 2012.

Sem conseguir um salvo-conduto do governo boliviano, Roger Pinto viveu mais de um ano no edifício da embaixada brasileira em La Paz. Segundo uma das três filhas, Molina estava em um espaço de 20 m², com cama, escrivaninha, TV, frigobar e mesa, sem banheiro próprio.

Na Bolívia, Roger Pinto Molina foi condenado no mês de junho a um ano de prisão por "abandono do dever" e por "dano econômico ao estado".

Related news