Morre Marco Aurélio Garcia

Morre Marco Aurélio Garcia

Morre Marco Aurélio Garcia

O falecimento foi classificado como "surpreendente" pelos correligionários que estiveram com Marco Aurélio no último dia 5 de julho, durante a posse da senadora Gleisi Hoffmann (PR) como presidente do PT.

Formado em Direito e Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UGRGS), com pós-graduação na Escola de Altos Estudos e Ciências Sociais de Paris, era professor aposentado do Departamento de História da Unicamp.

Como militante e dirigente do Partido dos Trabalhadores, teve importância estratégica na construção do dia a dia do partido e nas formulações de suas políticas.

Além de professor da Unicamp, ele também foi professor na Universidade do Chile, na Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais e nas universidades Paris VIII e Paris X, na França.

Nas eleições de 1994, 1998 e 2006, ele coordenou o programa de governo de Lula e, em 2010, o de Dilma.

Deputados entram com representação na PGR por liberação de emendas
Segundo ele, "todo e qualquer uso de verbas públicas para se blindar de investigações acaba por configurar desvio de finalidade". O valor total seria referente às emendas parlamentares liberadas em julho; isto é, ainda podem aumentar.

Neymar aceita proposta do PSG — TV
Neymar será o principal astro e o protagonista do clube, o que não acontece no Barcelona , cujo astro principal é Lionel Messi. Eram acompanhados por amigos do jogador que viaja amanhã para os Estados Unidos, onde a equipe catalã realiza pré-temporada.

Coldplay: ingressos online se esgotam e fãs pedem apresentação extra
Mesmo restando mais uma oportuniade para garantir os ingressos , muitos fãs do Coldplay já estão pedindo shows extras. Os valores são: R$ 750 (pista premium), R$ 380 (pista comum), R4 510 (cadeira inferior) e R (cadeira superior).

Garcia era amigo pessoal do Luiz Inácio Lula da Silva, no entanto, até o momento, o ex-presidente não se manifestou lamentando a sua morte.

Foi Secretário de Cultura nos municípios de Campinas (1989-1990) e São Paulo (2001-2002), e Vice-Presidente do PT de outubro de 2005 a fevereiro de 2010.

Seu protagonismo na política externa do governo Lula em todos os assuntos relativos à América Latina e sua amizade com muitos dos líderes regionais da época levaram muitos a chamá-lo de "chanceler na sombra".

Vice-presidente do PT, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha também comentou o assunto. Um dia muito, muito triste.

Related news