Proteste notifica WhatsApp por suspender serviço em celulares antigos

Proteste notifica WhatsApp por suspender serviço em celulares antigos

Proteste notifica WhatsApp por suspender serviço em celulares antigos

O Whatsapp vai deixar de funcionar em alguns dispositivos a partir de 30 de junho. Desde o início do ano, vários aparelhos deixaram de rodar o sistema.

Dada a informação e solicitação do WhatsApp, a Proteste, Associação dos Consumidores, em defesa ao consumidor decidiu notificar o aplicativo de serviço por considerar a prática desrespeitosa, sendo que a opção de continuar ou não com um aparelho deve ser escolha do usuário. Segundo a nota enviada pela empresa, os aparelhos que tiverem os sistemas operacionais BlackBerry OS, BlackBerry 10, Nokia S40, Nokia Symbian S60, Android 2.1, Android 2.2, Windows Phone 7 e iPhone 3GS/iOS 6 serão afetados.

Ainda segundo a empresa, no Código de Defesa do Consumidor está explicito a proibição de se recusar a venda de bens ou a prestação de serviços quando há o pronto pagamento.

Oficial. Benfica vende Marçal ao Lyon por 4,5 milhões
Em 2016/17, foi mesmo eleito o segundo melhor lateral da liga gaulesa. "Marçal é um jogador muito interessante, um defesa completo, com técnica e com forte propensão ofensiva".

E3 2017: Yoshi a caminho da Nintendo Switch
A Nintendo apresentou, ainda, detalhes sobre os conteúdos adicionais anunciados para The Legend of Zelda: Breath of the Wild . Personagens símbolo da empresa, Yoshi e Kirby terão novas aventuras para o Switch lançadas no ano que vem.

Graciele é pedida em casamento por Zezé no Dia dos Namorados
Zilu, porém, não revelou o nome de seu amor platônico. "Ele é uma pessoa que, desde que surgiu, me chamou muita atenção". Hoje não tem dieta, não! "Sou da época da minha mãe, eu quero ser conquistada", sublinhou.

"É problemático para o consumidor [o desligamento], às vezes ele se vê obrigado a trocar um aparelho que está funcionando perfeitamente porque esse aparelho, embora funcione perfeitamente, pode não conseguir fazer uma atualização e passa a não dispor de todos os seus recursos", afirmou Sonia Amaro, advogada e representante da Proteste. Quem quiser continuar usando o aplicativo terá que atualizar o telefone para um mais atual.

Outro caso emblemático é o da Apple que anunciou, em 2016, que deixará de oferecer suporte a produtos que deixaram de ser fabricados em âmbito mundial há mais de cinco anos. Entretanto, segundo o desenvolvedor, "não possuem a capacidade requerida para que possamos expandir os recursos de nosso aplicativo no futuro".

Related news