Ministério Público da Espanha acusa Cristiano Ronaldo de sonegar R$ 52 milhões

Ministério Público da Espanha acusa Cristiano Ronaldo de sonegar R$ 52 milhões

Ministério Público da Espanha acusa Cristiano Ronaldo de sonegar R$ 52 milhões

Estes actos terão sido cometidos entre 2011 e 2014 e envolverão uma fraude fiscal no valor 14,7 milhões de euros.

"Segundo o comunicado, a Procuradoria considera que Cristiano tenha se utilizado de uma estrutura corporativa criada em 2010, para esconder do fisco as rendas oriundas dos direitos de imagem na Espanha, algo que supõe uma violação voluntária e consciente de suas obrigações fiscais na Espanha".

Essa empresa, localizada naquele paraíso fiscal, cedeu a exploração dos direitos de imagem do esportista a uma outra empresa localizada na Irlanda com o nome de Multisports&Image Management LTD. Esta empresa irlandesa era a que "efetivamente" realizava a gestão e a exploração dos direitos de imagem de Cristiano Ronaldo, enquanto a empresa localizada nas Ilhas Virgens Britânicas não exercia nenhuma atividade. O atacante ainda teria feito manobra para reduzir os tributos a pagar.

O camisa 10 da equipe catalã foi condenado a 21 meses de prisão por sonegar 4,16 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões) em direitos de imagem, entre 2007 e 2009, por meio de esquema corporativo semelhante. Isso significa que ele deveria ter registrado em 2011 os rendimentos obtidos no país a uma taxa de 24% e de 24,75% nos exercícios seguintes.

Cármen Lúcia: "não há o que questionar quanto à palavra do presidente"
A ação teria como objetivo buscar fragilidades que poderiam colocar em xeque a atuação do ministro. A revista Veja noticiou que a PGR queria me envolver no caso [do senador] Aécio [Neves].

PSDB permanece no governo Temer, diz jornal
Os discursos de Alckmin e do prefeito da capital, João Doria , são dos mais esperados - Temer procurou os dois em busca de apoio . A mudança de discurso já era sentida na última sexta-feira e se intensificou no fim de semana, com as novas conversas.

Lesionado, Ibrahimovic é dispensado pelo United
Com isso, o clube pretende liberar o centroavante, abrindo espaço para a chegada de outro atleta. O nome mais forte no momento é o de Alvaro Morata , que pertence ao Real Madrid.

Cristiano Ronaldo foi acusado de fraude fiscal pelo Ministério Público de Madrid.

Esta declaração, adianta, qualificou os rendimentos obtidos como rendimentos de capital imobiliário e não como rendimentos derivados de atividades económicas, o que lhe permitiu diminuir "consideravelmente" a base tributária a declarar.

Por fim, Ronaldo não incluiu "voluntariamente" receitas que a autoridade tributária estima serem de 28,4 milhões de euros por direitos de imagem cuja exploração - entre 2015 e 2020 - já tinha cedido à Adifore Finance LTD, que opera em Espanha. Esse regime permitia ao jogador português beneficiar de condições fiscais mais favoráveis, ficando obrigado a contribuir com 24% ou 24,75% dos seus rendimentos para os impostos em Espanha.

Related news