Militar português morre após ataque terrorista no Mali

Militar português morre após ataque terrorista no Mali

Militar português morre após ataque terrorista no Mali

Quatro agressores foram mortos por forças de segurança no Mali depois de um ataque a um resort turístico popular entre estrangeiros perto da capital, Bamako, disse o ministro da Segurança do país no final do domingo. Era casado e tinha duas filhas menores.

O sargento-ajudante Gil Paiva Benido "faleceu devido a confrontos na sequência de um ataque de elementos rebeldes que provocou outras baixas entre elementos de outros contingentes".

Em comunicado enviado à TVI, as Forças Armadas explicam que o local onde ocorreu o ataque (Hotel Le Campement Kangaba) utilizado como Wellfare Center entre os períodos de atividade operacional dos militares que prestam serviço neste país. Dois mortos foram confirmados até o momento e houve troca de tiros entre terroristas e policiais - que conseguiram resgatar pelo menos 30 vítimas do local. "Mais se informa que o segundo militar português saiu ileso deste ataque".

A violência do domingo ocorreu uma semana depois que o Departamento de Estado dos Estados Unidos alertou sobre "possíveis ataques futuros contra as missões diplomáticas ocidentais, outros locais em Bamako que os ocidentais frequentam". "Infelizmente há dois mortos, entre os quais um franco-gabonês", declarou o ministro Salif Traoré. O Governo reitera o seu apoio indefetível às forças de defesa e segurança, e reafirma a sua determinação de continuar o reforço das suas capacidades na luta implacável contra o terrorismo, prossegue o comunicado.

As forças de segurança do Mali detiveram cinco homens suspeitos de terem participado no ataque.

Atropelamento em Londres deixa um morto e dez feridos
Então esse homem saiu da van, e eu o peguei. "Ao mesmo tempo, ele ia dando murros", relatou. O número de crimes de ódio aumentou exponencialmente após o ataque da ponte de Londres .

Incêndio florestal deixa 62 mortos e 59 feridos em Portugal
Já durante a madrugada, o Governo tinha declarado o estado de contingência, dada a dimensão do fogo e suas consequências. Por outro lado, chegam hoje de manhã a Portugal dois aviões espanhóis para ajudar nas operações.

Na lanterna, Atlético-PR encara xará goiano em duelo direto contra rebaixamento
Além disso, o jogador ficará sem jogar pelos próximos 20 dias para fazer um programa especial de emagrecimento dentro do clube. O Atlético-PR venceu o Atlético-GO por 1 a 0 neste sábado, no Estádio Olímpico, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro .

A Câmara de Valongo manifestou "profundo pesar" e "toda a solidariedade e apoio" à família do militar português morto.

Funcionários da missão militar francesa no Mali, União Europeia e da ONU também estiveram lá no final de semana, acrescentou.

A informação do óbito foi confirmada oficialmente pelo Estado-Maior General das Forças Armadas.

Os paraquedistas José Fernandes e José Lopes morreram em agosto de 2000, quando o helicóptero Alouette da Força Aérea em que seguiam teve um acidente na localidade de Same.

Related news