Liesa diz que carnaval 2018 é inviável no Rio de Janeiro

Liesa diz que carnaval 2018 é inviável no Rio de Janeiro

Liesa diz que carnaval 2018 é inviável no Rio de Janeiro

Desde 2016, as escolas do Grupo Especial (as primeiras do ranking) recebem R$ 2 milhões cada uma da prefeitura.

A Riotur disse estudar o desenvolvimento de mecanismos para que sejam captados investimentos da iniciativa privada para substituir os recursos públicos no financiamento da festa. Ele é o prefeito de todos os cidadãos do Rio de Janeiro.

A justificativa para a redução é a crise financeira, e a alegação do prefeito, Marcelo Crivella (PRB), de que o dinheiro seria investido em creches municipais - discurso que está sendo considerado demagógico por representantes das escolas. Mas é tratar da questão do Carnaval do Rio de uma maneira muito simplista. Os membros também pedem uma oportunidade de dialogar com o prefeito Marcelo Crivella para renegociar o valor destinado ao carnaval.

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) do Rio de Janeiro cogita incluir o Ministério da Cultura na discussão sobre a realização do Carnaval de 2018.

Netflix aumenta valor de planos para até R$ 37,90
Quem assina o plano Premium (quatro telas com resolução até 4K, dependendo da disponibilidade) agora paga R$ 37,90. A assinatura da plataforma de streaming Netflix passará por reajustes a partir do final deste mês.

Atirador abre fogo contra congressistas republicanos em treino de basebol
O deputado do Texas Joe Barton afirmou que o tiroteio durou entre cinco e dez minutos, e dezenas de tiros foram disparados. O senador Mike Lee disse que um funcionário do local usou um cinto como torniquete para conter o sangramento de Scalise .

Família portuguesa localizada, duas crianças feridas — Incêndio Londres
Cotton declarou que o edifício estava estabilizado, mas uma equipe de engenheiros foi enviada para inspecionar as fundações. O acidente causou pânico entre os moradores e diversas pessoas foram levadas para hospitais por terem inalado a fumaça.

A empresa também afirmou que o município tem um gasto anual enorme com a manutenção da estrutura do Sambódromo.

Aliás, ele já sabia disso quando, em campanha eleitoral, procurou os diretores das agremiações carnavalescas para comprometer-se com o presidente da Liesa, Jorge Castanheira a, se eleito, "fazer tudo para engrandecer e melhorar o carnaval. Não tem vagabundo, não tem ladrão", acrescentou o carnavalesco. Se ele é responsável pela conservação e ainda está no cargo, deveria se preocupar era com o fato de as ruas estarem esburacadas, bem como a iluminação pública muito precária em vários pontos da cidade - disse Chiquinho da Mangueira, presidente da verde e rosa. "Não é um prefeito ligado ao carnaval". Após o corte de verba, as comemorações têm encontrado dificuldade em se viabilizar.

Para a pesquisadora de carnaval Rachel Valença, integrante da Velha Guarda do Império Serrano, Crivella erra não ao reduzir o repasse, e sim por não aproveitar o momento para cobrar transparência das escolas nas prestações de contas à prefeitura. "Os barracões empregam funcionários o ano inteiro, são 40 pessoas por uns 9 meses e 300 perto do carnaval", afirmou o diretor de carnaval da Grande Rio, Dudu Azevedo. "Até hoje as empresas só procuraram as escolas para serem enredo".

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Related news