Em depoimento, Joesley confirma delação contra Temer e Loures

Em depoimento, Joesley confirma delação contra Temer e Loures

Em depoimento, Joesley confirma delação contra Temer e Loures

O empresário, 1 dos donos da JBS, falou no inquérito que investiga o presidente Michel Temer e seu ex-assessor e ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

De acordo com informações do G1, no depoimento à Polícia Federal, Joesley Batista "reforçou a verdade dita no depoimento por ocasião da colaboração, apenas a verdade dos fatos, ou seja, confirmou o que já foi dito e provado", segundo informação da defesa.

Temer e Loures são investigados no inquérito por organização criminosa, obstrução de Justiça e corrupção passiva com base na delação de Joesley. O Supremo Tribunal Federal deu prazo até segunda-feira (19), para a Polícia Federal concluir a investigação.

É oficial. Combate entre Mayweather e Conor McGregor vai acontecer
Os dois lutadores vão se enfrentar no dia 26 de agosto, em Las Vegas , nos Estados Unidos. A Comissão Atlética de Nevada autorizou a data em reunião realizada nesta quarta-feira.

Beyoncé é a celebridade feminina mais bem paga do mundo
O conhecido autor de thrillers é a nona personalidade mais rentável, tendo arrecadado 78 milhões de euros no último ano. Acima do avançado português, estão Beyoncé , em 2º com 105 milhões de dólares ganhos, a escritora J.K.

Graciele é pedida em casamento por Zezé no Dia dos Namorados
Zilu, porém, não revelou o nome de seu amor platônico. "Ele é uma pessoa que, desde que surgiu, me chamou muita atenção". Hoje não tem dieta, não! "Sou da época da minha mãe, eu quero ser conquistada", sublinhou.

Bastidores divulgados pela coluna Radar On-Line apontam que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, teria dito a pessoas próximas que Michel Temer "deu um tiro no próprio ao demitir Osmar Serraglio do Ministério da Justiça". Joesley Batista é o mesmo que registrou, com um gravador escondido, conversa com temer na noite de 7 de março, na residência oficial do Palácio do Jaburu, na qual disse que pagava mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha para que ele permanecesse em silêncio. Segundo o entendimento da PGR, na conversa Temer apoiou a iniciativa de Joesley para impedir que Cunha e Funaro fizessem uma delação premiada.

Rocha Loures é o homem de confiança de Temer e recebeu por ele uma mala da JBS com R$ 500 mil em dinheiro. Até então a probabilidade é de que o governo peça que João Batista se mantenha no cargo até que o Palácio do Planalto defina um novo nome.

Related news